Gregory Shamus/Getty Images/AFP
Gregory Shamus/Getty Images/AFP

LeBron brilha e Cavaliers abre vantagem nos playoffs; Rockets avança

Ala anota 44 pontos e faz a cesta de três que decide o jogo no estouro do cronômetro na vitória por 98 a 95

Estadão Conteúdo

26 de abril de 2018 | 09h22

LeBron James mostrou mais uma vez, na noite desta quarta-feira, por que é um dos grandes astros da história da NBA. Com uma grande atuação, ele liderou o Cleveland Cavaliers na vitória sobre o Indiana Pacers por 98 a 95, diante de sua torcida. Além de exibir forte performance ao longo de todo o jogo, ele marcou a cesta decisiva quando os cronômetros já estavam zerados.

+ Mais notícias de basquete

+ Warriors e 76ers vencem e se classificam para às semifinais dos playoffs

+ Tiago Splitter volta à NBA para trabalhar como olheiro no Brooklyn Nets

O triunfo deixou o Cavaliers na frente do Pacers nos playoffs da Conferência Leste da NBA. A equipe de LeBron agora lidera a série por 3 a 2 e está a apenas uma vitória de avançar na disputa. O confronto poderá ser encerrado na sexta-feira, no sexto jogo da série, em Indianápolis.

Para ficar perto da classificação, nesta quarta, o Cavaliers contou novamente com o destaque de LeBron, cestinha do jogo, com 44 pontos. Ele ainda anotou um "double-double" ao registrar 10 rebotes. Contribuiu ainda com oito assistências. Por fim, coroou a grande atuação com uma cesta de três pontos no instante final do duelo, levando a torcida local a fazer a festa na Quicken Loans Arena.

O astro contou com a ajuda de Kyle Korver, responsável por 19 pontos e seis rebotes. Pelo Pacers, o destaque foi Domantas Sabonis, que saiu do banco de reservas para marcar 22 pontos. Thaddeus Young anotou 16 e Victor Oladipo registrou um "double-double" de 12 pontos e 12 rebotes.

 


Também pelos playoffs do lado Leste, o Toronto Raptors bateu o Washington Wizards por 108 a 98 e, assim como o Cavaliers, ficou a uma vitória de fechar a série. Em casa, DeMar DeRozan marcou 32 pontos e Kyle Lowry registrou um "double-double" de 17 pontos e 10 assistências. Jonas Valanciunas foi pelo mesmo caminho, com 14 pontos e 13 rebotes.

Com o resultado, o time canadense virou o placar na série, após perder os dois jogos anteriores. Na frente, com 3 a 2, poderá encerrar o confronto na sexta partida do duelo, na sexta-feira, em Washington.

ROCKETS AVANÇA

Dono da melhor campanha na temporada regular da NBA, o Houston Rockets confirmou o favoritismo nesta quarta sobre o Minnesota Timberwolves ao fechar a série com sua quarta vitória, desta vez por 122 a 104, diante de sua torcida. O Rockets havia aberto 3 a 0 no confronto, mas fora surpreendido no jogo anterior. Nesta quarta, selou o duelo por 4 a 1.

Como de costume, James Harden brilhou em quadra. Mas, desta vez, não foi o principal jogador do Rockets no jogo. Clint Capela ofuscou o companheiro de equipe ao anotar um "double-double" de 26 pontos e 15 rebotes.

Harden marcou 24 pontos e 12 assistências. E Eric Gordon contribuiu com 19 pontos, fazendo os anfitriões dispararem no terceiro período. O brasileiro Nenê esteve em quadra por apenas dez minutos e exibiu atuação discreta, com apenas dois pontos e o mesmo número de rebotes.

Pelo Timberwolves, que vinha de uma surpreendente vitória, Karl-Anthony Towns também obteve um "double-double", com 23 pontos e 14 rebotes. Jamal Crawford contribuiu com 20 pontos. A equipe de Minnesota disputava uma série de playoffs pela primeira vez desde 2004.

Na sequência, o Rockets vai enfrentar o vencedor do duelo entre Oklahoma City Thunder e Utah Jazz, que também estiveram em quadra na noite desta quarta. Jogando em casa, o Thunder sofreu para buscar a virada, derrotar o Jazz por 107 a 99, e seguir vivo na briga pela classificação.

Russell Westbrook foi o grande responsável pela reviravolta no placar, que chegou a estar com 25 pontos de liderança do Jazz. Ele foi o cestinha do jogo, com 45 pontos. Anotou ainda 15 rebotes e sete assistências. Paul George contribuiu com 34 pontos e oito rebotes.

Pela equipe visitante, o destaque foi Jae Crowder, com 27 pontos, sua melhor performance em um jogo de playoffs. Donovan Mitchell anotou 23 e Joe Ingles, 16. O brasileiro Raulzinho não entrou em quadra.

Apesar da derrota, o Jazz segue na liderança na série, com 3 a 2. E está apenas uma vitória do fim do confronto, que poderá ser encerrado já na sexta, em Salt Lake City.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.