Harry How/Getty Images/AFP
Harry How/Getty Images/AFP

LeBron brilha e Lakers vencem clássico contra os Celtics na NBA; Nets batem Mavericks

Ala anota 30 pontos na vitória por 117 a 102; Russell Westbrook e Anthony Davis também se destacaram

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2021 | 07h32

Em um clássico entre as franquias mais vencedoras da NBA - são 17 títulos cada -, o Los Angeles Lakers levou a melhor sobre o Boston Celtics e venceu por 117 a 102, pela rodada de terça-feira da temporada regular, no ginásio Staples Center, em Los Angeles. Com um grande segundo tempo, os californianos abriram vantagem e não olharam mais para trás. Souberam se impor e ainda contaram com um LeBron James inspirado para garantir a vitória.

Já os Celtics até tiveram seus lampejos em quadra, mas nada consistente. Apenas Jayson Tatum era uma real ameaça para os adversários. Com isso, os Lakers passaram a dobrar a marcação no camisa 0 e isso funcionou muitas vezes, deixando o time de Boston sem conseguir finalizar seus ataques de maneira confortável.

Pelos Lakers, o destaque foi LeBron James, que terminou com 30 pontos e cinco assistências. Junto com ele, quem brilhou foram os outros nomes do "Big 3". O armador Russell Westbrook teve 24 pontos e 11 assistências, enquanto que Anthony Davis marcou 17 pontos e agarrou 16 rebotes.

"Tivemos muitos bons momentos esta noite e temos de continuar melhorando", disse LeBron. "Este jogo foi um dos melhores 48 minutos que disputamos até agora na temporada", acrescentou.

Já pelos Celtics, apenas um grande destaque. Jayson Tatum foi o principal jogador da equipe e terminou a partida com 34 pontos e oito rebotes. Além dele, Robert Williams III teve 13 pontos e o armador alemão Dennis Schroder fechou com 10 pontos e cinco assistências contra sua ex-equipe.

No Texas, o Brooklyn Nets enfrentou o Dallas Mavericks, no ginásio American Airlines Center, em Dallas, e saiu com a vitória por 102 a 99. A equipe comandada pelo técnico canadense Steve Nash foi valente e buscou a virada no último período após ficar em desvantagem durante os três primeiros quartos.

Com o triunfo, os Nets se isolaram na liderança da Conferência Leste com meio jogo de vantagem para o Chicago Bulls e uma campanha de 17 vitórias e sete derrotas. Já os Mavericks sofreram a terceira derrota seguida na competição e agora possuem uma campanha negativa de 11-12, ocupando a sétima posição no Oeste.

James Harden foi o jogador mais eficiente dos Nets no jogo e por pouco não saiu com seu 67.° "triple-double" (dois dígitos em três fundamentos) da carreira. O armador anotou 23 pontos, distribuiu 12 assistências e pegou nove rebotes. Kevin Durant teve um começo de partida ruim, mas acertou cinco dos últimos seis arremessos e fechou a noite com 24 pontos, sete rebotes.

Pelos Mavericks, Luka Doncic foi o cestinha do jogo com 28 pontos anotados, além de seis rebotes e nove assistências. Dorian Finney-Smith teve uma boa atuação com 15 pontos, seis rebotes, três roubos de bola e quatro bolas do perímetro.

Por fim, também no Texas, o New York Knicks se recuperou de três derrotas consecutivas e ganhou do San Antonio Spurs por 121 a 109, no ginásio AT&T Center, em San Antonio, com grande exibição do ala-armador RJ Barrett, que conseguiu 32 pontos e cinco rebotes. Destaque ainda para Alec Burks (18 pontos), Julius Randle, que flertou com o "triple-double" (15 pontos, sete rebotes e oito assistências), e Immanuel Quickley (16 pontos e seis rebotes).

Pelos Spurs, que decepcionaram e não atuaram bem como nos últimos jogos, o maior pontuador disparado foi Derrick White com 26 pontos, seis rebotes e sete assistências. Além dele, destaque para a performance Dejounte Murray com 15 pontos, sete rebotes e sete assistências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.