Pichi Chuang/Reuters
Pichi Chuang/Reuters

LeBron confia que NBA será disputada normalmente

Apesar do otimismo do astro, greve no basquete norte-americano está longe do fim

AE-AP, Agência Estado

12 de agosto de 2011 | 10h19

TAIPÉ - Tanto a NBA quanto a Associação de Jogadores de Basquete Nacional (NBPA, na sigla em inglês) não escondem o pessimismo quanto à realização da temporada 2011/12. A greve que atinge o basquete norte-americano está longe do fim e o acerto entre atletas e franquias parece improvável, pelo menos a curto prazo.

Mesmo assim, o astro LeBron James mantém a confiança e acredita que poderá disputar o próximo campeonato normalmente. "Neste momento, estou trabalhando visando a temporada da NBA. Acredito que teremos uma temporada e espero que os dois lados possam se acertar", declarou.

Vice-campeão da última temporada com seu Miami Heat, derrotado pelo Dallas Mavericks na decisão, LeBron James seguiu o exemplo de outros jogadores e aproveitou a greve para realizar uma excursão promocional pela Ásia. O ala/armador está em Taiwan.

Desde o dia 1º de julho, os jogadores estão em greve, por conta da falta de um acordo coletivo de trabalho na liga norte-americana. A NBPA e a NBA já se reuniram, buscando acabar com o impasse, mas deixaram o encontro pessimistas. David Stern, comissário da NBA, acusou os atletas de "má fé" e ouviu críticas como resposta.

Caso a greve perdure até o começo de novembro, quando está previsto o início da próxima temporada, o campeonato terá seu número de partidas reduzido. Se ainda assim o impasse for mantido, há o risco de a competição não ser realizada.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBALeBron James

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.