Harry How/ AFP
Harry How/ AFP

LeBron James critica método de testagem da NBA contra a covid-19

Astro do Los Angeles Lakers encerra período de isolamento e não poupa críticas aos protocolos de saúde

Redação, Estadão Conteúdo

04 de dezembro de 2021 | 22h11

Após a derrota no jogo da última sexta-feira para o rival Los Angeles Clippers, no ginásio Staples Center, LeBron James, do Los Angeles Lakers, usou a entrevista coletiva de imprensa para fazer críticas públicas ao protocolo de saúde e segurança da NBA contra a covid-19.

"Normalmente, quando você tem um teste positivo, eles vão testá-lo imediatamente para ter certeza. Não houve um teste de acompanhamento depois do meu teste positivo. Fui direto para o isolamento e fui colocado no protocolo. Essa é a parte que me irritou. Eu tive que descobrir uma maneira de voltar para casa de Sacramento. Eles não permitiram que ninguém viajasse comigo, sem segurança, sem nada, quando voltei de Sacramento", disse.

O jogador entrou nos protocolos contra a covid-19 na última terça-feira e esteve ausente do jogo contra o Sacramento Kings na noite do mesmo dia. No entanto, depois de oito testes positivos apresentados, o astro foi liberado para poder jogar contra o Los Angeles Clippers.

Outra reclamação de LeBron James foi que a não participação no jogo da última terça-feira quebrou o seu ritmo. Recentemente, ele perdeu uma série de partidas por conta de dores abdominais, depois ficou ausente de outro duelo por ter se envolvido na briga com Isaiah Stewart, do Detroit Pistons.

"Indo para Sacramento, eu estava entrando num ritmo muito, muito bom - ofensivamente, defensivamente. Tem sido muito frustrante lidar com a virilha ou o abdômen, e então ter que lidar com o falso positivo que me derrubou em um jogo, depois me tirou das quadras e não consegui manter meu ritmo. Tem sido um ano muito desafiador para começar um quarto da temporada para mim", lamentou.

LeBron James disputou 12 partidas na atual temporada e tem médias de 25,6 pontos, 6,8 rebotes, 5,7 rebotes e 1,8 roubo de bola por jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.