LeBron James dá vitória aos Cavaliers a um segundo do fim

Astro faz milagre para evitar 'buraco' na final da Conferência Leste diante do Orlando Magic; série empatada

O Estado de S. Paulo

23 de maio de 2009 | 01h04

Jeff Haynes/Reuters
LeBron James arremessa e acerta a cesta de três que dá a vitória ao Cleveland Cavaliers
SÃO PAULO  - Cleveland Cavaliers e Orlando Magic fizeram mais um jogo para entrar na história dos playoffs da NBA. Na noite desta sexta-feira, LeBron James mostrou o porquê de ser comparado à lenda Michael Jordan ao acertar uma cesta de três pontos, a um segundo do fim, e dar a vitória aos Cavs por 96 a 95, igualando a série melhor de sete em uma partida. "Eu apenas tinha de acertar esse arremesso, e deu tudo certo. Nós tinhámos que empatar a série", disse James, após comemorar a vitória com seus companheiros.

Veja também:

mais imagens Galeria de fotos da cesta de LeBron James

Agora, a final da Conferência Leste da NBA vai para a cidade de Orlando para os jogos 3 e 4, no domingo e terça. O time de Cleveland, de melhor campanha na temporada regular, e que havia vencido todos os jogos nas duas primeiras fases dos playoffs, precisa ao menos vencer um jogo para voltar a ter a vantagem de decidir em casa.

Como no primeiro jogo, o Cleveland Cavaliers aproveitou o começo ruim do adversário para abrir vantagem e chegar a vencer o jogo por 23 pontos. Aos poucos, no entanto, o Orlando Magic tirou a vantagem e ficou à frente no placar com seis minutos do último quarto.

O desespero nos olhares dos torcedores de Cleveland era evidente. O time mais uma vez sucumbira à forte marcação do Orlando, apesar de algumas decisões dos árbitros contestadas, de um lado como de outro. E, nos cinco minutos derradeiros, as equipes alternaram a liderança.

Apesar de não ser considerado uma estrela, tampouco figurado no time do All-Star Game, o turco Hedo Turkoglu, mais uma vez, foi mortal, colocando o Orlando Magic dois pontos à frente (95 a 93), com apenas um segundo para o fim.

Criticado por não arremessar as bolas decisivas, LeBron James dessa vez não se escondeu. O ala conseguiu escapar da marcação de Turkoglu e, com um lindo arremesso de três, deu a vitória à sua equipe. Curiosamente, o segundo que foi o suficiente para o arremesso foi o colocado pela arbitragem, alegando que o relógio não havia sido parado juntamente com a chamada de uma falta quando faltavam 12 segundos.

Mesmo com a reclamação do técnico do Magic, Stan van Gundy, o noite era do "rei" LeBron James, que mantém sua equipe viva para, enfim, conquistar seu primeiro título da NBA.

NÚMEROS

LeBron James não jogou tantos minutos como havia no primeiro jogo. Mesmo assim, terminou com 35 pontos, quatro rebotes e cinco assistências, com aproveitamento de 52% nos arremessos. O brasileiro Anderson Varejão jogou mal, anotando apenas quatro pontos e pegando quatro rebotes.

Pelo lado do Orlando, a estrela Dwight Howard fez sua pior partida nos playoffs, com apenas 10 pontos, apesar de seus 18 rebotes. O pivô foi displicente durante todo o primeiro tempo, perdendo bolas embaixo da cesta. Assim, passou boa parte do jogo no banco. Já Hedo Turkoglu terminou com 21 pontos e Rashard Lewis com 23.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.