Tommy Gilligan / USA Today Sports
Tommy Gilligan / USA Today Sports

LeBron James se destaca, se torna 2º maior cestinha da NBA, mas é frustrado por derrota dos Lakers

Washington Wizards aplica derrota sobre a equipe da Califórnia e ofusca o recorde e os 38 pontos anotados pelo astro

Redação, Estadão Conteúdo

20 de março de 2022 | 09h59

LeBron James se tornou, na noite de sábado, o segundo maior pontuador da NBA em temporadas regulares, mas o recorde veio acompanhado por certa dose de melancolia. Os 38 pontos, dez rebote e seis assistências contra o Washington Wizards, em atuação que fez o camisa 6 atingir a marca de 36.947 pontos, não foram o suficiente para evitar a derrota por 127 a 119 sofrida pelo Los Angeles Lakers

Quando LeBron fez a cesta que o levou ao recorde, sua equipe vencia o jogo, o que não impediu a torcida adversária de aplaudir o feito. Perto do fim da partida, uma grande atuação de Kristaps Porzingis, autor de 27 pontos, comandou a virada dos donos da casa. Noite perfeita para os torcedores dos Wizards: viram a história sendo feita e celebraram a vitória. 

“Obviamente, em algum momento, eu serei capaz de olhar para trás e enxergar este momento, mas agora o sentimento que eu tenho… eu não posso separar isso”, afirmou LeBron, dividido entre o recorde e a derrota, depois da partida. “Nós tivemos uma grande oportunidade de ganhar mais impulso”, completou.

Com a nova pontuação, o ala ultrapassou Karl Malone, autor de 36.928 pontos entre o meio dos 1980 e o início dos anos 2000. Malone fez toda a carreira no Utah Jazz, antes de ter uma breve passagem pelo Lakers. Agora, o único nome acima de LeBron é o da Kareem Abdul-Jabbar, que anotou 38.387 pontos vestindo as camisas do Milwaukee Bucks e também do Lakers, entre as décadas de 1960 e 1980.

Quando a conta de pontuação inclui os playoffs, que não são considerados oficialmente para os rankings da NBA, LeBron já é o melhor. Neste cenário, ele tem 44.578 pontos anotados, contra 44.149 de Kareem Abdul-Jabbar. Menos de uma semana atrás, o astro dos Lakers bateu outro recorde, quando atingiu a marca de 10 mil assistências em derrota por 140 a 111 para o Phoenix Suns. Assim, tornou-se o primeiro jogador a combinar 30 mil pontos, 10 mil rebotes e 10 mil assistências.

As grandes atuações de LeBron, já com 37 anos, se misturam a uma fase bastante ruim dos Lakers, nono colocado da Conferência Oeste, com 30 vitórias e 41 derrotas. A franquia ainda tem 11 jogos pela frente, portanto ainda há o temor de ficar fora dos playoffs. Caso permaneça em nono lugar, disputará o play-in para tentar a vaga.

Veja os resultados de sábado: 

Minnesota Timberwolves 138 x 119 Milwaukee Bucks

Charlotte Hornets 128 x 108 Dallas Mavericks

Cleveland Cavaliers 113 x 109 Detroit Pistons

Washington Wizards 127 x 119 Los Angeles Lakers

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.