LeBron se diz 'triste' com aposentadoria de Kobe; Durant ataca imprensa

LeBron James e Kevin Durant cresceram tendo Kobe Bryant como um de seus ídolos. Ambos chegaram cedo à NBA, tiveram a oportunidade de duelar com o astro do Los Angeles Lakers ainda em seus tempos áureos, mas agora o veem dizer adeus ao basquete. Como não poderia deixar de ser, o anúncio de aposentadoria de Kobe comoveu os dois jogadores.

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2015 | 17h44

"Estou um pouco triste", resumiu LeBron. "Eu idolatrei Kobe Bryant. Eu o estudei, queria ser como ele. Ele era nosso Michael Jordan. Eu assisti ao Michael no fim de sua carreira com o Wizards e vi que o Kobe emergiu como ''o cara'' para nós", comentou Durant em entrevista ao jornal NewsOK.

LeBron tinha apenas 15 anos quando Kobe foi campeão da NBA pela primeira vez, em 2000. Naquela época, o astro do Los Angeles Lakers já era um dos principais atletas da liga, enquanto o jovem de Akron, Ohio, era a principal aposta do campeonato colegial, de onde sairia diretamente para o Cleveland Cavaliers três anos depois.

"Eu usava cabelo afro na escola por causa do Kobe. Porque ele também usava. Eu queria ser como ele, cara. E sempre disse que minha inspiração era (Michael) Jordan, mas sempre pensei que o Jordan era tão de outro mundo que não poderia alcançá-lo. Kobe era quem eu sempre quis ser e jogar como ele", disse LeBron.

Em 2009, os dois disputavam o protagonismo na NBA, e uma final entre Cleveland Cavaliers e Los Angeles Lakers era dada como certa quando ambos os times chegaram às decisões de suas conferências. Mas enquanto o Lakers passou pelo Denver Nuggets, o Cavaliers parou no Orlando Magic, que seria batido justamente pelo time de Los Angeles na grande final.

"Eu não consegui ir até o fim em 2009 pelos fãs, por nós, para nos encontrarmos nas finais. Eu sei que o mundo queria ver isso. Eu queria, ele (Kobe) queria, todos queríamos. Ele conseguiu aguentar, eu não consegui. Odeio isso. Odeio que aquela final não tenha acontecido", lembrou LeBron.

Já Kevin Durant chegou à liga em 2007, mas só se estabeleceu como um de seus maiores nomes anos depois, com Kobe já em declínio. Ainda assim, o astro do Oklahoma City Thunder trata o adversário como um ídolo, inclusive a ponto de atacar a imprensa pelo tratamento dado ao atleta do Lakers neste ano, justamente quando ele deixou para trás as boas atuações e sofreu com o peso da idade e das lesões.

"Fiquei desapontado este ano por causa de vocês (da imprensa), que o trataram como m... Ele é uma lenda e tudo que ouço é como ele está mal, como está arremessando mal, que é hora de parar. Vocês trataram uma de nossas lendas como m... e eu realmente não gostei. Felizmente, agora podem ser legais com ele, já que ele anunciou a decisão de parar depois deste ano. Foi triste a forma como ele foi tratado", disparou Durant.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.