Wilfredo Lee/AP
Wilfredo Lee/AP

Lenda do Heat, Dwyane Wade compra parte e se torna um dos donos do Utah Jazz

Ex-jogador de 39 anos pretende ajudar tanto a equipe dentro de quadra como à comunidade

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2021 | 13h11

Três vezes campeão da NBA com o Miami Heat, Dwyane Wade está de volta à liga após se aposentar em 2019. Desta vez, o astro estará comandando o Utah Jazz de fora das quadras. Ele acertou a compra de uma parte da franquia de Salt Lake City e, ao lado do dono majoritário Ryan Smith, tem planos de assumir um papel ativo na equipe e na região.

Wade, que foi oito vezes eleito para o time All-NBA enquanto defendia o time da Flórida é o mais recentes dos vários ex-jogadores do Hall da Fama do Basquete que se tornaram sócios ou possuem partes significativas de franquias na liga. Dentre eles, Grant Hill tem parte no Atlanta Hawks, bem como Shaquille O'Neal tem no Sacramento Kings. O mais famoso é Michael Jordan, o melhor jogador de todos os tempos, que é dono majoritário do Charlotte Hornets. Outra lenda, Earving 'Magic' Johnson já teve 4% de participação no Los Angeles Lakers.

O anúncio foi feito nesta sexta-feira pelo próprio Utah Jazz, que saudou Wade durante o jogo com o Indiana Pacers, na EnergySolutions Arena, casa da franquia. "Isso vai além do sonho que eu tive de apenas jogar basquete na NBA", declarou Wade à ESPN americana. "Se essa parceria vai ser algo como é a minha relação com Ryan (Smith), então haverá um monte de coisas que eu vou querer estar envolvido."

Aos 39 anos, Wade conheceu Smith um pouco depois de sua aposentadoria, em uma aula de golfe, na Califórnia. Eles rapidamente se tornaram amigos. O ex-jogador ficou fascinado por entender como funciona o mundo dos negócios segundo o olhar de seu novo aliado, que é um grande investidor da área de tecnologia. Smith então deu a ideia a Wade de se juntar ao grupo que adquiriu o Utah Jazz no último mês de outubro por 1,66 bilão de dólares (aproximadamente R$ 9,28 bilhões).

Segundo as normas da NBA de aquisição de partes de franquias, investimentos deste tipo devem ser superiores a 1% das ações da equipe. Porém, o investimento de Dwyane Wade ainda não está totalmente esclarecido e sua fatia ainda é indefinida.

Em sua carreira no melhor basquete do mundo, Wade acumula três anéis de campeão, além de MVP da final de 2006, 13 aparições em All-Star Games, sendo MVP do jogo festivo em 2010. Ele tem seu número 3 aposentado pelo Miami Heat por suas contribuições de 2003 a 2016 e de 2018 a 2019. Nesta janela, defendeu o Chicago Bulls e o Cleveland Cavaliers, onde reecontrou LeBron James, seu fiel amigo dentro e fora das quadras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.