Lesionado, Kevin Love deve desfalcar Cavaliers pelo resto dos playoffs

Na NBA desde 2008, Kevin Love passou seis anos no combalido Minnesota Timberwolves até o início da última temporada, quando acertou com o Cleveland Cavaliers e, ao lado de LeBron James e Kyrie Irving, chegou aos playoffs pela primeira vez na carreira. Sua primeira experiência na pós-temporada, no entanto, pode ter acabado no domingo, quando ele sofreu uma lesão no ombro na vitória sobre o Boston Celtics que garantiu o time de Ohio nas semifinais do Leste.

Estadão Conteúdo

28 de abril de 2015 | 15h25

Em lance ainda no primeiro tempo, Love se enroscou com o adversário Kelly Olynyk e deixou o jogo. Os exames comprovaram um deslocamento no ombro, além de uma lesão nos ligamentos e no osso. Inicialmente, o Cavaliers informou que o ala/pivô estava fora das semifinais da conferência, mas agora a franquia já admite que o atleta dificilmente voltará nestes playoffs, mesmo que a equipe chegue às finais.

"A lesão em seu ombro é extensa. Esta não é uma situação na qual nós estejamos esperando que ele seja liberado para algum destes jogos", declarou o gerente geral do Cavaliers, David Griffin. "Eu acho que seria uma surpresa se ele participasse da pós-temporada. Ainda temos uma pequena esperança para bem mais tarde, mas é altamente improvável."

Love teve médias de 16,4 pontos e 9,7 rebotes por partida na temporada regular e era uma das principais esperanças para o Cavaliers nas semifinais da Conferência Leste. Após fechar a série contra o Celtics em 4 a 0, o time aguarda o vencedor do confronto entre Chicago Bulls e Milwaukee Bucks para conhecer seu adversário. O Bulls lidera por 3 a 2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.