Roberta Rodrigues/Divulgação
Roberta Rodrigues/Divulgação

Liga de Basquete Feminino terá 3 equipes a mais em 2018, mas não atuais campeãs

Corinthians/Americana desistiu de disputar a competição devido a "retorno insuficiente"

Estadão Conteúdo

09 Novembro 2017 | 12h50

A Liga de Basquete Feminino (LBF) anunciou nesta quinta-feira que terá nove equipes na disputa do principal título nacional da modalidade no ano que vem, três a mais do que na última temporada. Por outro lado, o campeonato não contará com a presença do Corinthians/Americana, atual campeão.

+ Presidente da Liga Nacional de Basquete: 'Temos de aumentar a percepção de entretenimento nas arenas'

+ Técnico vice-campeão brasileiro aponta caminhos para o basquete feminino

Logo após a conquista da temporada 2016/2017, em maio, o Corinthians anunciou o fim da parceria com Americana, por entender que o retorno não vinha sendo suficiente. Por isso, será a única baixa em relação ao último torneio, que foi disputado por seis equipes.

A crise econômica, aliás, vinha sendo o principal obstáculo da LBF, o que fez com que nos últimos anos a competição fosse bastante esvaziada, sendo disputada por apenas seis times em 2015/2016 e 2016/2017. A entrada de quatro novos participantes, então, representa uma reviravolta neste cenário.

"Acredito que o planejamento contribuiu para que pudéssemos ter o aumento no número de equipes mesmo em um cenário desfavorável economicamente e da modalidade. As equipes conseguiram se organizar, e aquelas que não conseguiram para a temporada 2018, com certeza estarão nas próximas", declarou o presidente da LBF, Ricardo Molina Dias.

As novas equipes na disputa serão: Poty/BAX/Catanduva, Funvic/Ituano, São Bernardo/Instituto Brazolin/Unip e Vera Cruz Campinas. Elas se somam às cinco remanescentes da última temporada: Blumenau, Presidente Venceslau, Sampaio Basquete, Santo André/APABA e Uninassau Basquete, atual vice-campeã.

O lançamento oficial da LBF acontecerá no dia 12 de dezembro, mas o formato da competição já está decidido. Serão 18 rodadas em dois turnos para definir quem avança para as quartas de final. Cada série desta primeira fase dos playoffs será decidida em até três confrontos, assim como nas semifinais. A grande decisão, por sua vez, será em série melhor de cinco.

Mais conteúdo sobre:
basquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.