Limeira vence na estréia da Nossa Liga

O Winner/Limeira, jogando em casa, venceu a Telemar/Rio por 83 a 80 (47 a 42), nesta terça-feira, no primeiro jogo da Nossa Liga de Basquete (NLB), no ginásio Vô Lucatto lotado, pela Conferência Norte. O jogo marcou a entrada em quadra da NLB, criada em 16 de março e não reconhecida pela Confederação Brasileira de Basquete. O torneio é o primeiro movimento formal de nomes representativos ? Oscar, Paula e Hortência ? contra a forma como o basquete vem sendo administrado no País. O jogo de abertura foi definido no último minuto. Limeira chegou a estar em vantagem de 15 pontos. O Rio reagiu e chegou a empatar por 79 a 79, a 1min30 do fim. Apesar do equilíbrio, Limeira venceu por 83 a 80. Nesta terça, na estréia do Brasileiro da NLB, Oscar Schmidt, presidente da liga, anunciou que o campeonato terá a participação de mais duas equipes e apoio de um outro ex-jogador, atualmente técnico, Marcel, que vai comandar Jundiaí. São Carlos também disputará a NLB, com 20 equipes, divididas nas conferências Norte e Sul. ?Meu compromisso é com o basquete e, por isso, estou na NLB?, afirmou Marcel, que terá como assistente-técnico o irmão Mauri. A abertura da NLB, nesta terça, teve a presença de Oscar, Paula e Hortência, diretoras da NLB, e Janeth, usando a camisa de seu time ? o Janeth Arcain, de Santo André, que está inscrito na liga ?, jogando a preliminar. Janeth ainda não tem time para a temporada, mas desafiou o presidente da CBB, Gerasime Grego Bozikis, ao participar da abertura do torneio. O dirigente anunciou que os atletas que jogarem em clubes da NLB não atuarão nas seleções. Janeth ficaria fora do Mundial de 2006, que será no Brasil?

Agencia Estado,

25 de outubro de 2005 | 23h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.