Limeira vence na estréia da Nossa Liga

O Winner/Limeira, jogando em casa, venceu a Telemar/Rio por 83 a 80 (47 a 42), nesta terça-feira, no primeiro jogo da Nossa Liga de Basquete (NLB), no ginásio Vô Lucatto lotado, pela Conferência Norte. O jogo marcou a entrada em quadra da NLB, criada em 16 de março e não reconhecida pela Confederação Brasileira de Basquete. O torneio é o primeiro movimento formal de nomes representativos ? Oscar, Paula e Hortência ? contra a forma como o basquete vem sendo administrado no País. O jogo de abertura foi definido no último minuto. Limeira chegou a estar em vantagem de 15 pontos. O Rio reagiu e chegou a empatar por 79 a 79, a 1min30 do fim. Apesar do equilíbrio, Limeira venceu por 83 a 80. Nesta terça, na estréia do Brasileiro da NLB, Oscar Schmidt, presidente da liga, anunciou que o campeonato terá a participação de mais duas equipes e apoio de um outro ex-jogador, atualmente técnico, Marcel, que vai comandar Jundiaí. São Carlos também disputará a NLB, com 20 equipes, divididas nas conferências Norte e Sul. ?Meu compromisso é com o basquete e, por isso, estou na NLB?, afirmou Marcel, que terá como assistente-técnico o irmão Mauri. A abertura da NLB, nesta terça, teve a presença de Oscar, Paula e Hortência, diretoras da NLB, e Janeth, usando a camisa de seu time ? o Janeth Arcain, de Santo André, que está inscrito na liga ?, jogando a preliminar. Janeth ainda não tem time para a temporada, mas desafiou o presidente da CBB, Gerasime Grego Bozikis, ao participar da abertura do torneio. O dirigente anunciou que os atletas que jogarem em clubes da NLB não atuarão nas seleções. Janeth ficaria fora do Mundial de 2006, que será no Brasil?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.