Kim Klement-USA TODAY Sports
Kim Klement-USA TODAY Sports

Los Angeles Lakers quer título para Kobe Bryant: 'É disso que se trata', diz LeBron

Equipe da Califórnia vai jogar com uniforme "Black Mamba" no jogo com o Miami Heat, que pode definir o campeonato nesta sexta-feira

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

09 de outubro de 2020 | 05h00

A imagem de LeBron James chorando ainda na pista do aeroporto de Los Angeles ao ser informado da morte de Kobe Bryant diz muito sobre o sentimento que o jogador tem entrado em quadra atrás do título da NBA nesta temporada. A conquista será confirmada com uma vitória nesta sexta-feira, quando os Lakers enfrentam o Miami Heat, no jogo 5 da melhor de sete da final, em Orlando. 

A trágica morte do astro em 26 de janeiro deste ano, em um acidente de helicóptero ao lado da filha Gianna e outras sete pessoas, tem sido constantemente lembrada pelos jogadores da franquia da Califórnia, principalmente LeBron, em diversos momentos da campanha. 

Antes dos jogos, por exemplo, o grito de incentivo é '1,2,3, Mamba', uma referência ao apelido "Black Mamba", alusão à perigosa cobra, uma das mais venenosas da África, que Kobe adotou para, mais tarde, criar a "Mamba Mentality".

Anthony Davis também gritou 'Kobe' após converter um arremesso decisivo no jogo 2 da série contra o Denver Nuggets, pela final da Conferência Oeste. "Ele acertou incontáveis arremessos como aquele para vencer partidas assim. Foi um momento especial para mim e para meus colegas", explicou.

Além disso, o time também atuou em diversas partidas desta temporada com o uniforme "Black Mamba", que foi desenhado pelo próprio Kobe anos antes da sua morte. A peça é preta e dourada. Existem detalhes para imitar as escamas da cobra.

Não à toa, os Lakers vão entrar em quadra mais uma vez com um uniforme especial para atender ao pedido dos jogadores. A camisa, que havia sido utilizado na vitória no jogo 2, não estava na programação inicial e vai substituir o tradicional roxo. O Miami Heat vai jogar de branco.

"É sempre especial representar alguém que significou tanto - não apenas para o jogo, mas obviamente para os Lakers por mais de 20 anos", afirmou LeBron, que era amigo de Kobe. "Para nós, queremos homenageá-lo em quadra, é disso que se trata. Estamos pensando na família Bryant, e eles estão conosco", completou.

Kobe atuou pelo Los Angeles Lakers por 20 temporadas. Foi sua única equipe na NBA. Ele conquistou cinco títulos (2000, 2001, 2002, 2009 e 2010), além de ter sido eleito uma vez MVP (Most Valuable Player) da temporada e duas vezes das finais. Ele encerrou sua carreira em 2012, com médias de 25 pontos, 5,2 rebotes e 4,7 assistências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.