Lucas Bebê e Raulzinho são escolhidos no Draft da NBA

Companheiros inseparáveis nas seleções brasileiras de base, o pivô Lucas Bebê e o armador Raulzinho realizaram na mesma noite o sonho de serem escolhidos no Draft da NBA. Na cerimônia realizada na quinta-feira, no Barclays Center, em Brooklyn, Nova York, Lucas Bebê foi escolhido na 16.ª posição pelo Boston Celtics, mas acabou trocado para o Atlanta Hawks, enquanto Raulzinho foi chamado na 47.ª colocação pelo Hawks, mas foi negociado com o Utah Jazz.

AE, Agência Estado

28 de junho de 2013 | 08h39

No entanto, apenas Lucas Bebê, escolhido na primeira rodada, tem contrato garantido com o time da Georgia, que conseguiu a 16.ª posição do Draft após trocas com Boston Celtics e Dallas Mavericks. No Hawks, deve encontrar espaço para trabalhar, já que o time da Georgia passa por uma reconstrução e, sob o comando de Mike Budenholzer, ex-assistente do San Antonio Spurs, aposta em nomes jovens.

O pivô de 2,13m e 20 anos foi apenas o sexto brasileiro na história do Draft a ser escolhido na primeira rodada, se juntando a Nenê, Leandrinho, Rafael Baby, Tiago Splitter e Fab Melo. No entanto, não se sabe quais os termos de sua cláusula de rescisão com o Asefa Estudiantes, da Espanha, com quem tem contrato até 2015. Por isso, Lucas Bebê pode seguir na Europa por mais uma ou até duas temporadas antes de ir para a NBA.

Já Raulzinho pôde comemorar a escolha do Hawks, rapidamente negociada com o Utah Jazz, mas ainda não sabe se atuará na NBA. Escolhido na segunda rodada do Draft, o armador de 1,84m e 21 anos terá que mostrar trabalho na Summer League - período de treinamentos para quem busca uma vaga na liga - se quiser conseguir o contrato.

A noite só não foi melhor para os brasileiros porque os outros dois inscritos no Draft acabaram não sendo chamados. Augusto Lima e Alexandre Paranhos terminaram fora dos 60 selecionados na quinta-feira e também terão que se destacar na Summer League se quiserem espaço na NBA já na próxima temporada.

O inusitado Draft da NBA de 2013, cheio de trocas e opções inesperadas, começou logo com a primeira escolha. Na primeira colocação, o Cleveland Cavaliers chamou o ala canadense Anthony Bennett, surpreendendo a todos, que esperavam Nerlens Noel ou até Alex Len. Na segunda posição, o Orlando Magic escolheu Victo Oladipo, enquanto na terceira, o Washington Wizards optou por Otto Porter.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBADraftLucas BebêRaulzinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.