Lula faz os três cortes na sexta-feira

A seleção brasileira masculina de basquete voltou aos treinos nesta segunda-feira após a conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de São Domingos, na República Dominicana. O time comandando pelo técnico Lula Ferreira iniciou a preparação para o Torneio Pré-Olímpico, que começa no dia 20 deste mês. O pivô Nenê, astro do Denver Nuggets, da NBA, já se integrou ao grupo enquanto Leandrinho, do Phoenix Suns, só se apresenta nesta terça. Ele ficou em São Paulo porque seu pai enfrenta problemas de saúde. Lula ainda vai definir quem serão os três atletas cortados e que não disputarão o Pré-Olímpico. ?Devo decidir na sexta-feira, depois do amistoso com o Uruguai", afirmou o treinador. Satisfeito com a conquista no Pan, ele disse já ter alertado os jogadores sobre o atual momento brasileiro. ?Não podemos deixar que as recentes vitórias atrapalhem o time." Nenê era o jogador mais assediado pelos torcedores após o treino desta segunda-feira. Sobretudo por crianças. ?Nem penso se sou o centro das atenções. Mantenho a humildade. Mas sei que sirvo de exemplo dentro e fora da quadra", disse o pivô, que se considera adaptado ao esquema de jogo brasileiro e espera uma partida muito dura contra os Estados Unidos, na estréia do Pré-Olímpico. ?É bom enfrentar o Dream Team. Eles são rápidos e já estão entrosados. Para mim, é como se fosse um jogo da temporada. Mas nossos atletas podem surpreender os norte-americanos", afirmou Nenê. O atleta frisou que além dele e Leandrinho, outros também têm condições de atuar na NBA. Destaque no Pan, o ala Guilherme resumiu em uma única frase o sentimento da equipe para enfrentar os Estados Unidos. ?Vamos com tudo para cima deles", disse o jogador, que ficou surpreso com o reconhecimento pelos feitos recentes do basquete brasileiro. ?Ganhamos o Sul-Americano e agora o Pan. Esperamos chegar às Olimpíadas e aumentar o prestígio do esporte." O Brasil está no Grupo B do Pré-Olímpico, com Estados Unidos, República Dominicana, Venezuela e Ilhas Virgens. Os quatro primeiros se classificam para a fase seguinte. ?O melhor é ficar entre os três melhores, evitando, assim, os Estados Unidos na semifinal", disse Lula Ferreira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.