Craig Ruttle/AP
Craig Ruttle/AP

Magic invicto e Clippers vencedor na pré-temporada da NBA

Time de Orlando venceu todos os oito jogos que disputou e entra como favorito ao título da competição

EFE

24 de outubro de 2009 | 11h45

A pré-temporada da NBA terminou e apesar de não ser mais do que apenas uma fase de preparação para as equipes, a condição de invicto conquistada pelo Orlando Magic e a imagem ganhadora dos Los Angeles Clippers são vistos como uma mensagem a levar em consideração.

Veja também:

linkNBA e árbitros assinam novo convênio e põem fim à greve

O Magic, atual campeão da Conferência Leste, se apresentam à nova temporada como a equipe a ser batida depois de conseguir uma marca perfeita de oito vitórias a zero, fechando com uma vitória por 123 a 86 sobre o Atlanta Hawks.

A nova contratação do Magic, Vince Carter, também quis passar a certeza de que chegou para ser fundamental no melhor jogo do Magic, que na temporada passada caíram justamente na final da liga.

Carter liderou o ataque do Magic ao conseguir 26 pontos, com nove acertos de dez arremessos, incluídas as cinco tentativas que fez de fora do garrafão.

O pivô Dwight Howard, que chega à nova temporada para defender o título de jogador defensivo do ano, voltou a demonstrar força ao conseguir um double-double de 25 pontos e 13 rebotes.

Outra surpresa agradável e positiva para o Magic tem sido o rendimento do ala-pivô Ryan Anderson, em seu segundo año, que chegou com a vinda de Carter e tem mostrado todo seu grande potencial. Anderson voltou a ter uma boa atuação ao conseguir 18 pontos (7-11 de arremessos do campo, 3-4 da linha de três e 1-1 do garrafão), capturando quatro rebotes e dando duas assistências, nos somente 20 minutos que esteve na quadra.

A condição de invicto do Magic tem mais valor porque eles tem conseguido sem a participação do titular Rashard Lewis, que não tem participado de todas as partidas. Lewis não poderá jogar os primeiros dez jogos da nova temporada para cumprir a suspensão que lhe foi imposta pela NBA após ser pego num exame antidoping.

O ala Al Thornton anotou 20 pontos, incluindo seis nos dois últimos minutos, para liderar o ataque dos Clippers, que se impuseram por 91 a 88 sobre o New Orleans Hornets.

O ala-pivô DeAndre Jordan anotou 16 pontos com nove rebotes para que os Clippers concluíssem a pré-temporada com a marca de seis vitórias e duas derrotas, dando a imagem de equipe que chega à nova temporada com aspirações de chegar à fase final.

Os Clippers, que na temporada passada caíram com a marca de 19 vitórias e 63 derrotas, conseguiram reunir um elenco com jovens talentos e veteranos que voltam recuperados de lesões que sofreram na temporada anterior.

O ala novato Blake Griffin, primeiro escolhido no último draft, anotou oito pontos com seis rebotes, nos 26 minutos em que esteve em campo. Griffin termina a pré-temporada com médias de 13,7 pontos e 8,1 rebotes, fazendo com que o técnico dos Clippers, Mike Dunleavy, tenha decidido que na próxima terça ele seja titular frente ao Los Angeles Lakers na estreia na liga.

NUGGETS

O Denver Nuggets manteve sua condição de rival direto dos Lakers ao vencerem por 119 a 105, graças ao novato Ty Lawson, que se converteu na grande surpresa. Sem os titulares nas duas equipes, Lawson apareceu com sua melhor atuação desde que chegou à NBA ao marcar 29 pontos, com seis assistências e cinco recuperações de bola.

Os Nuggets (4-4), que jogaram sem o ala Carmelo Anthony e o defensor Chauncey Billups, também tiveram o apoio do pivô reserva Chris Andersen, que deu descanso ao brasileiro Nenê Hilário, e marcou 15 pontos, com 9 rebotes.

Os Lakers (6-2), com os desfalques do ala-pivô espanhol Pau Gasol, que perdeu o sexto jogo da pré-temporada, e o pivô Andrew Bynum, só utilizou Kobe Bryant por 10 minutos no primeiro quarto para que ele fizesse seis pontos e logo fosse para o banco.

JAZZ

O defensor Deron Williams e o ala Paul Milsap anotaram 19 pontos cada um para liderar o Utah Jazz, que venceu por 95 a 85 ao Sacramento Kings.

Williams também anotou 11 assistências para o Jazz, que concluíram a pré-temporada com a marca ganhadora de 6-2.

O ala alemã Dirk Nowitzki se converteu no grande protagonista da última partida de pré-temporada que sua equipe, o Dallas Mavericks, ganhou por 98 a 94 do Houston Rockets, e assegurar o primeiro lugar da Divisão Sudoeste.

Nowitzki com 32 pontos e sete rebotes encabeçou o ataque dos Mavericks (5-2) que também tiveram o apoio do defensor Jason Kidd e do ala Shawn Marion, que anotaram 14 pontos cada um.

Com a ausência pelo terceiro jogo consecutivo do ala argentino Luis Scola, com uma torção no tornozelo direito, o ala Carl Landry foi o líder no jogo do Houston Rockets (4-4) ao conseguir 22 pontos, enquanto que Trevor Ariza anotou outros 17 pontos.

OUTROS JOGOS

O ala Danny Granger conseguiu um double-double de 29 ponrtos e 14 rebotes para liderar o Indiana Pacers (3-4), que venceram por 114 a 112 ao San Antonio Spurs (4-3).

O Chicago Bulls (6-2), com o ala Tyrus Thomas em grande atuação, não teve problemas para ganhar por 93 a 70 do Washington Wizards e confirmar que quer estar entre os melhores da Conferência Leste.

Thomas anotou 19 pontos e o reserva Brad Miller fez 18 para os Bull, que disputou toda a pré-temporada sem sua principal estrela, Derrick Rose, machucado.

Nas outras partidas da última jornada da pré-temporada, o Detroit ganhou por 95-93 do Milwaukee, o New Jersey fez 110-88 no Philadelphia, o Minnesota bateu por 98-90 ao Toronto e o Memphis fez 95-92 no Charlotte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.