José Gimenez/Fiba Américas
José Gimenez/Fiba Américas

Magnano afirma que Brasil não pode perder espírito combativo

Seleção bate República Dominicana por 71 a 65 na Copa América

O Estado de S. Paulo com EFE

02 de setembro de 2015 | 09h08

O treinador Rubén Magnano exalta a atitude guerreira exibida pela seleção brasileira masculina de basquete para superar a República Dominicana por 71 a 65, na terça-feira, pela segunda rodada da Copa América da modalidade.

"Não podemos perder nunca o espírito combativo e isso foi uma das coisas que fizemos hoje (terça)", afirmou Magnano. "Conseguimos ganhar perante um rival muito difícil porque tivemos a capacidade de defender um pouco e atacar da melhor maneira", acrescentou o argentino. Com uma derrota e uma vitória nos dois primeiros jogos, o treinador lembrou que o mais importante neste tipo de torneio "é que em menos de 24 horas você tem a chance de ter uma revanche". 

"A equipe trabalhou para os Pan-Americanos de Toronto cerca de 50 dias e estamos há quase três meses juntos. Isso ajuda", afirmou Magnano, que qualificou como "interessante" o jogo desta quarta-feira, às 22h30 (de Brasília), contra o México, anfitrião do torneio. Na sexta, o Brasil enfrenta o Panamá. Os quatro primeiros de cada chave avançam para jogar contra os quatro melhores da outra chave. As quatro equipes que tiverem mais pontos fazem as semifinais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.