Magnano elogia partida 'muito boa' da seleção na França

Depois de derrotas, mas com atuações convincentes, para Estados Unidos e França, o Brasil encontrou neste domingo um adversário mais frágil e não teve problemas para vencer a Austrália, por 87 a 71, em amistoso contra o mesmo adversário da estreia da seleção masculina de basquete nos Jogos de Londres.

AE, Agência Estado

22 de julho de 2012 | 19h34

E o técnico Rubén Magnano gostou do que viu em Strasbourg, na França, a uma semana da estreia na Olimpíada. "Jogamos de maneira inteligente, sempre mantendo uma diferença de 10 pontos, graças a um basquete muito intenso, defendendo muito bem. Fizemos uma partida muito boa, tentando explorar fatos positivos vistos antes e corrigindo algumas outras coisas, mas sempre tentando ganhar", comentou o treinador.

A vitória foi a sétima na preparação do Brasil para Londres. Derrotas só para Estados Unidos, Argentina e França, sempre na casa dos adversários. Em dez jogos, nos dois últimos com elenco completo, já é possível identificar melhor o estilo de jogo desejado por Magnano para Londres.

"Não mostramos tudo o que temos, mas a essência do jogo é uma só e não pode ser mudada, não há muito o que esconder", explicou o treinador, que mais uma vez viu Varejão, Splitter e Nenê se destacarem no garrafão, ponto forte da seleção.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteOlimpíada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.