Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Magnano irá aos EUA conversar com Splitter e Nenê

Treinador quer saber da disposição deles em participar da Copa América,

AE, Agência Estado

29 de março de 2013 | 16h21

O técnico da seleção brasileira masculina de basquete, Rubén Magnano, viaja na próxima segunda-feira para os Estados Unidos, onde irá se encontrar com alguns dos jogadores do País que atuam na NBA. Na programação, conversas com os pivôs Nenê e Tiago Splitter, e uma possível reunião com Fab Melo. O treinador quer saber da disposição deles em participar da Copa América, entre o fim de agosto e meados de setembro, que vale vaga no próximo Mundial.

Na terça Magnano estará em San Antonio para conversar com Splitter. No dia seguinte, vai assistir ao jogo do Spurs contra o Orlando Magic. Depois, ele viaja até Washington, onde na sexta-feira ele tem encontro com Nenê. No sábado, o espanhol verá o pivô em ação contra o Indiana Pacers.

O técnico da seleção também pretendia conversar com o pivô Fab Melo, em Boston, mas o jogador do Celtics voltou para a D-League (Liga de Desenvolvimento) e estará na Pensilvânia no dia marcado para o encontro (quinta-feira). Agora o bate-papo pode acontecer em Nova York.

Magnano preferiu não se encontrar com Leandrinho Barbosa, que tem contrato com o Washington Wizards, e o pivô Anderson Varejão, do Cleveland Cavaliers, porque ambos estão machucados. "Os dois atletas estão se recuperando de contusões e, nesse momento, o foco principal tem que ser a recuperação total deles. Já sabemos que não contaremos com eles na temporada 2013, mas em 2014 Leandrinho e Anderson estarão de volta", afirmou o diretor técnico da CBB, Vanderlei.

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) não explicou por que Magnano não irá se encontrar com o armador Scott Machado, que defende o Santa Cruz Warriors, da D-League.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBANenêThiago Splitter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.