Divulgação
Divulgação

Marcelinho Machado anuncia aposentadoria da seleção de basquete

Ala dedicou 15 anos de sua carreira à equipe e realizou o sonho de disputar uma Olimpíada

AE, Agência Estado

22 de agosto de 2012 | 14h33

RIO - O ala Marcelinho Machado anunciou nesta quarta-feira que está deixando a seleção brasileira de basquete. Aos 37 anos, sendo 15 deles dedicados à seleção, o jogador conseguiu realizar o sonho de disputar uma Olimpíada neste ano, em Londres, e agora quer deixar espaço para os atletas mais jovens.

"Olho para tudo o que passei com a camisa do Brasil e me sinto orgulhoso. Sempre me doei ao máximo, me entreguei ao máximo para defender o meu País, nunca recusei uma convocação, vivi muitos momentos bons, passei por uma fase ruim do nosso basquete, e fico feliz de estar me despedindo da seleção brasileira vendo o nosso basquete forte novamente. A participação nas Olimpíadas de Londres, mais do que um sonho que eu tinha, fechou com chave de ouro essa minha história com a camisa do Brasil", comentou. 

 

A fase ruim citada por Marcelinho começou em 1997, ano de sua primeira convocação, e durou até o ano passado, quando a seleção masculina finalmente conseguiu retornar aos Jogos Olímpicos, depois de 12 anos. Mesmo tendo voltado de Londres sem nenhuma medalha, o ala exaltou a participação e apontou o Pré-Olímpico de Mar del Plata, no qual o Brasil conseguiu a vaga olímpica, como um dos pontos altos de sua carreira.

"Poderia dizer que faltou uma medalha, um título, mas não, prefiro valorizar tudo o que conquistei com o Brasil. Foram muitas conquistas, algumas muito especiais, como o Pan do Rio, em 2007, e a vaga olímpica em Mar del Plata, ano passado, mas todas igualmente importantes para mim. Meu ciclo com a seleção brasileira acabou, há outros jogadores vindo que vão representar bem o Brasil e ocupar o meu lugar. E fico feliz que tenham sido 15 anos de muitas alegrias e boas lembranças", apontou.

 

Apesar da aposentadoria da seleção brasileira, Marcelinho deixou claro que seguirá atuando pelo Flamengo e que ainda não pensa em abandonar o basquete. Vestindo as cores do País, o ala atuou em 244 partidas, nas quais marcou 3.408 pontos. Ele foi três vezes medalhista de ouro em Jogos Pan-Americanos (1999, 2003 e 2007), bicampeão da Copa América (2005 e 2009) e disputou quatro edições de Campeonato Mundial (1998, 2002, 2006 e 2010).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.