Tony Gutierrez/AP
Tony Gutierrez/AP

Mavericks aproveitam jogo ruim de Chris Paul, vencem Suns e empatam duelo na NBA

Partida válida pela semifinal da Conferência Oeste termina com vantagem de apenas 10 pontos para a franquia de Dallas

Redação, Estadão Conteúdo

08 de maio de 2022 | 21h42

O Dallas Mavericks teve certo trabalho neste domingo contra o Phoenix Suns, pois precisou se defender de um Devin Booker inspirado no jogo 4 da semifinal da Conferência Oeste da NBA. De qualquer forma, contou com a liderança de Luka Doncic para conquistar uma vitória por 111 a 101 diante de sua torcida, no American Airlines Center. Além disso, soube aproveitar uma noite ruim de Chris Paul, que abusou das faltas e mal pôde ajudar a equipe do Arizona em razão das punições.

"Ele é um dos melhores armadores que esta liga já teve. Sua mentalidade é insana, a maneira como ele vê a quadra. Seu QI é incrível. Foi um grande momento. Se você não tem Chris Paul dentro da quadra, com certeza é mais difícil para a equipe dele", comentou Doncic sobre a atuação do astro adversário.

Esta foi a segunda vitória seguida dos Mavericks na série melhor de sete, após duas derrotas nos dois primeiros jogos, disputados em Phoenix. Com a força de jogar no Texas, reagiu e conseguiu igualar a parcial da semifinal, agora empatada por 2 a 2. As duas equipes voltam a se enfrentar na terça-feira, no Arizona, onde fazem o duelo número 5.

Depois de abrir 12 pontos ainda no primeiro quarto, a franquia de Dallas conseguiu se manter em vantagem no placar, mesmo com algumas oscilações e momentos de reação do adversário. A maior ameaça ao placar favorável aos donos da casa foi Devin Booker, autor de 35 pontos, quatro rebotes e sete assistências.

A história poderia ter sido diferente se Booker tivesse contado com uma participação mais centrada de Chris Paul, que exagerou nas faltas e ficou pouco tempo dentro quadra, inclusive sendo expulso no início do último quarto. No fim das contas, terminou a partida com mais faltas cometidas do que pontos marcados: seis contra cinco. DeAndre Ayton ajudou com um double-double de 11 rebotes e 14 pontos, mas não foi o suficiente.

Quem mais brilhou, no fim das contas, foi mesmo Doncic, que anotou 11 assistências e 26 pontos para o Dallas Mavericks. O pivô Dorian Finney-Smith foi outro que contribuiu com bons números para a construção vitória, ao somar 24 pontos, oito rebotes e uma assistência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.