Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Mavericks conquistam a 13.ª vitória consecutiva na NBA

O Dallas Mavericks deu continuidade a sua seqüência de vitórias ao vencer a 13.ª partida consecutiva - sua melhor marca da temporada - no clássico do Texas contra o San Antonio Spurs. Outros time da Conferência Oeste que se destacou foi o Phoenix Suns.No duelo entre as duas das melhores equipes do oeste, o Mavericks manteve-se boa parte da partida atrás no marcador, mas no último minuto de jogo conseguiu abrir uma pequena vantagem sobre o San Antonio Spurs e fechou com 90 a 85.O destaque da partida foi mais uma vez o ala alemão Dirk Nowitzki, que marcou 36 pontos, sua melhor marca da temporada. Esta foi a terceira vitória consecutiva do Mavericks sobre o Spurs jogando como visitante.O Mavericks se tornou a terceira equipe na história da NBA a chegar a San Antonio com uma seqüência de pelo menos 12 vitórias seguidas, mas é a primeira a sair sem ter rompido esta seqüência.As outras duas equipes foram o Chicago Bulls, que em 28 de janeiro de 1992 chegou a San Antonio com 13 vitórias, mas perdeu; e o Phoenix Suns, que em 3 de janeiro de 1993 tinha 14 vitórias consecutivas, mas também foi derrotado.Suns destrói campeão HeatMais uma vez a dupla formada pelo armador canadense Steve Nash e pelo ala-pivô Amar Stoudemire foi arrasadora no ataque do Phoenix Suns, que deu uma surra de 108 a 80 no dizimado Miami Heat.Nash marcou 22 pontos. Stoudemire fez 20, pegou 10 rebotes e deu três assistências. O Suns (24-8), com cinco vitórias consecutivas, é líder da Divisão Pacífico e vice na Conferência Oeste.O armador Leandrinho, que foi titular devido a suspensão de Raja Bell, jogou bem e marcou 18 pontos. O brasileiro jogou 33 minutos e acertou sete de oito arremessos de quadra, sendo 2 de 3 de três pontos, e 2 de 2 lances livres. Ele também deu duas assistências e pegou dois rebotes.Sem o treinador Pat Riley e desfalcado do ala-armador Dwyane Wade, do pivô Shaquille O´Neal (que não joga mais nesta temporada) e dos afastados Antoine Walker e James Posey, o Heat não resistiu a uma das melhores equipes da liga. Do time só se salvou o veterano pivô Alonzo Mourning, que conseguiu 15 pontos e seis rebotes.

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2007 | 10h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.