Mavericks vence Thunder e é campeão do Oeste na NBA

O Dallas Mavericks volta à final da NBA após cinco anos. Na noite da última quarta-feira, a equipe derrotou o Oklahoma City Thunder, por 100 a 96, e fechou a série melhor de sete da decisão da Conferência Oeste em 4 a 1. Na decisão, a segunda de sua história, a franquia enfrentará o vencedor de Miami Heat e Chicago Bulls.

AE, Agência Estado

26 de maio de 2011 | 09h41

Assim como no jogo quatro, o Mavericks conseguiu garantir a vitória apenas nos minutos finais. Após estar perdendo em grande parte do jogo, o time texano conseguiu a virada no último quarto, quando a desvantagem chegou a ser de oito pontos.

O ala Shawn Marion foi decisivo para o triunfo. Ele anotou 26 pontos, além de pegar oito rebotes. Apenas no último quarto, Marion anotou 14 pontos. Mas o líder da equipe foi novamente o ala-pivô Dirk Nowitzki. Também com 26 pontos - destes, nove no quarto período -, o alemão acertou uma bola de três a um 1min14s para o fim da partida, que colocou o Dallas em vantagem, por 95 a 94.

Pelo lado do Thunder, o armador Russell Westbrook fez sua melhor partida na série, com 31 pontos, oito rebotes e cinco assistências. No entanto, o ala Kevin Durant não repetiu suas performances anteriores. Apesar dos 23 pontos e nove rebotes, o jogador errou arremessos e passes em momentos decisivos e ajudou a selar a eliminação da equipe.

Para o time de Oklahoma City, resta agora começar a planejar a próxima temporada, enquanto o Mavericks já pensa na decisão, na qual poderá reencontrar o Miami Heat. Em 2006, a franquia da Flórida sagrou-se campeã diante dos texanos, após estarem perdendo por 2 a 0 na série melhor de sete - venceram por 4 a 2.

Nesta quinta-feira, Chicago Bulls e Miami Heat fazem o jogo cinco da série decisiva da Conferência Leste, em Chicago. Em caso de vitória, o Heat liquida a final em 4 a 1 e a primeira partida da decisão contra o Dallas acontecerá na próxima terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.