Miami Heat bate Oklahoma City Thunder e leva 2.º título da NBA

LeBron James foi eleito o melhor jogador das finais e afastou em grande estilo a fama de 'amarelão'

AE, Agência Estado

22 de junho de 2012 | 07h59

MIAMI - Impulsionado por uma atuação decisiva de LeBron James, o Miami Heat confirmou o seu favoritismo de forma contundente na noite da última quinta-feira ao vencer o Oklahoma City Thunder por 121 a 106, em casa, e conquistar pela segunda vez em sua história o título da NBA. Com o resultado, o time da Flórida fechou em 4 a 1 a série melhor de sete jogos da final e voltou a erguer a taça que só havia alcançado anteriormente em 2006.

O título foi altamente expressivo para LeBron James, que afastou em grande estilo a fama de "amarelão" em jogos importantes da NBA. O ala obteve um "triple-double" ao contabilizar 26 pontos, 13 assistências e 11 rebotes e ainda foi eleito o melhor jogador das finais.

LeBron havia fracassado na tentativa de ser campeão nas decisões de 2007, com o Cleveland Cavaliers, e no ano passado, quando caiu diante do Dallas Mavericks já enquanto jogador do Heat. "Você sabe, meu sonho se tornou realidade agora, essa é a maior emoção que eu já tive", comemorou o astro, que também foi eleito o MVP (jogador mais valioso) desta temporada da NBA, feito coroado agora com o título inédito.

Aos 27 anos de idade, LeBron alcançou o ápice de sua carreira na noite desta quinta-feira e liderou mais uma bela atuação coletiva do trio de estrelas formado por ele, Chris Bosh e Dwyane Wade, que fizeram 24 e 20 pontos, respectivamente. O time da Flórida ainda contou com excelente ajuda de Mike Miller, que saiu do banco para se tornar elemento surpresa da equipe, fazendo nada menos do que 23 pontos e acertando sete e oito bolas arriscadas da linha dos três.

O forte desempenho coletivo do Miami acabou suplantando a boa atuação de Kevin Durant, maior arma do Thunder, que fechou a noite como cestinha do duelo, com 32 pontos e 11 rebotes. Russell Westbrook e James Harden fizeram 19 pontos cada um, mas estiveram longe de ameaçar a solidez da equipe da casa.

No duelo desta quinta, o Miami controlou o placar durante todo o tempo e terminou a primeira metade do confronto com dez pontos de vantagem (59 a 49). E, a partir do terceiro quarto, o time da casa deslanchou ao abrir 25 pontos de diferença (88 a 63) e ir tranquilo para o período derradeiro do duelo, fato que permitiu ao Heat até a usar reservas e a administrar o placar, cuja vitória foi assegurada com a confortável diferença de 15 pontos.

Entre estes jogadores que são coadjuvantes do Miami, destaque para Juwan Howard, que aos 39 anos de idade festejou o seu primeiro título da NBA em sua 18.ª temporada na liga profissional de basquete dos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.