Michael Reaves / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP
Michael Reaves / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

Miami Heat estreia na NBA atropelando o Bucks, atual campeão, por 42 pontos de vantagem

Time da casa não toma conhecimento do rival e vence por 137 a 95 no AmericanAirlines Arena

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de outubro de 2021 | 08h35

O Miami Heat estreou na temporada 2021-2022 da NBA, na rodada de quinta-feira, recebendo o atual campeão Milwaukee Bucks no AmericanAirlines Arena, em Miami, na Flórida. Tudo levava a crer que seria uma partida difícil, mas não isso que aconteceu. O time da casa não tomou conhecimento do rival e conseguiu uma vitória esmagadora por 137 a 95.

Tyler Herro foi o cestinha da partida, saindo do banco de reservas para anotar 27 pontos, com cinco assistências e seis rebotes. Ao lado dele, brilharam os titulares Jimmy Butler e Bam Adebayo. O primeiro fechou o duelo com 21 pontos, seis assistências e quatro rebotes e o pivô anotou um "double-double" (dois dígitos em dois fundamentos) com 20 pontos e 13 rebotes.

Os Bucks não contaram com o armador titular Jrue Holiday, com lesão no tornozelo, e estiveram irreconhecíveis em quadra. Mesmo assim, o astro grego Giannis Antetokounmpo anotou um "double-double" com 15 pontos e 10 rebotes.

Khris Middleton decepcionou e teve apenas 10 pontos, com quatro assistências e dois rebotes. De positivo, as atuações de Grayson Allen, com 14 pontos, e Sandro Mamukelashvili, que marcou 12.

Na partida mais equilibrada da rodada, o Golden State Warriors venceu o Los Angeles Clippers por 115 a 113, em San Francisco. Com direito a um show de Stephen Curry, a equipe da casa sofreu, mas conseguiu a segunda vitória na temporada e segue invicta.

Se por um lado os Clippers estavam estreando, os Warriors vinham para seu segundo jogo após terem vencido o Los Angeles Lakers na noite de abertura da liga. E o que não faltou foi emoção. Com menos de quatro segundos no relógio, nada estava definido.

Noite memorável de Stephen Curry, que terminou com 45 pontos, 10 rebotes e oito cestas de três pontos em 13 tentativas - 61% de aproveitamento nesse quesito. Além dele, Andrew Wiggins também foi bem e teve 17 pontos e seis rebotes e Draymond Green fez 10 pontos e conseguiu seis rebotes e sete assistências.

Já pelos Clippers, Paul George foi o principal nome com 29 pontos, 11 rebotes e seis assistências. Eric Bledsoe, com 22 pontos e três roubos de bola, e Ivica Zubac, com 14 pontos, foram os outros nomes de destaque dos visitantes.

Hawks batem o Mavericks

O Atlanta Hawks recebeu, na State Farm Arena, o Dallas Mavericks e venceu com tranquilidade a partida que terminou em 113 a 87. O jogo foi marcado por uma grande dominância do time de Atlanta no garrafão e pelo ataque muito estagnado do rival do Texas, que ofereceu pouca resistência.

Os Hawks realmente não tiveram um destaque individual único. Seis jogadores passaram dos 10 pontos, sendo que o reserva Cam Reddish foi o cestinha com 20. Trae Young, com 19 pontos e 14 assistências, e Clint Capela, com 12 pontos e 13 rebotes, alcançaram "double-doubles". Já John Collins flertou com a marca (16 pontos e nove rebotes).

Pelo lado derrotado, Luka Doncic teve uma baixa produção enquanto o jogo esteve disputado. Os 18 pontos anotados refletem seu esforço para recuperar uma margem que já era bem grande após a segunda metade do terceiro quarto. Além disso, o astro esloveno pegou 11 rebotes. Jalen Brunson foi a melhor notícia para o torcedor dos Mavericks, marcando 17 pontos vindo do banco de reservas. Kristaps Porzingis teve uma atuação bem abaixo da expectativa, com 11 pontos e quatro arremessos corretos de 13 tentados.

Confira a rodada de sexta-feira da NBA:

Cleveland Cavaliers x Charlotte Hornets

Washington Wizards x Indiana Pacers

Orlando Magic x New York Knicks

Philadelphia 76ers x Brooklyn Nets

Boston Celtics x Toronto Raptors

Chicago Bulls x New Orleans Pelicans

Houston Rockets x Oklahoma City Thunder

Denver Nuggets x San Antonio Spurs

Los Angeles Lakers x Phoenix Suns

Sacramento Kings x Utah Jazz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.