Kevin C. Cox/ AFP
Kevin C. Cox/ AFP

Middleton dá show, Bucks conquistam Leste e buscarão 2° anel da NBA após 50 anos

Decisão do basquete norte-americano será diante do Phoenix Suns e começa na próxima terça-feira

Redação, Estadão Conteúdo

04 de julho de 2021 | 08h44

Foram 47 anos de espera, algumas batidas na trave e frustrações. Finalmente o Milwaukee Bucks conseguiu voltar à final da NBA. Campeão em 1971 e vice em 1974, a equipe tentará desencantar após meio século diante do Phoenix Suns, a partir da próxima terça-feira. Neste sábado à noite, graças a uma apresentação de gala de Khris Middleton no terceiro quarto, vitória por 118 a 107 sobre o Atlanta Hawks e título da Conferência Leste com 4 a 2 na série.

Sem o astro Giannis Antetokounmpo, com lesão no joelho que pode tirá-lo também da decisão da NBA, o Milwaukee entrou em quadra diante de um Hawks empolgado com retorno de Trae Young, disposto a se superar. Para fechar a série, fez um primeiro tempo bastante equilibrado, com vantagem mínima de quatro pontos (47 a 43).

Foi então que Middleton resolveu "dar as cartas". O ala/pivô anotou impressionantes 23 pontos no terceiro quarto para dar vantagem tranquila aos Bucks de 19 pontos, apenas administrada do período final. Os 44 a 29 do período seriam cruciais para a vitória visitante.

O show do jogador o transformou no terceiro maior pontuador de um único período dos playoffs da NBA. Klay Thompson, do Golden State Warriors, lidera com 32. Middleton fechou como o cestinha da partida, curiosamente com 32 pontos.

Um excelente auxílio veio do ala-armador Jrue Holiday, com 27 pontos, 9 assistências e outros 9 rebotes. O Milwaukee ganha a conferência pela terceira vez e buscará um título somente conquistado quando tinha os astros Lew Alcindor (mudaria o nome para Kareem Abdul-Jabbar anos mais tarde) e Oscar Robertson.

"É a primeira vez que estou nesta posição (finalista). Deus me abençoou e me ajudou a ir para as finais," festejou Holiday, dando os méritos totais a Middleton. "Khris é o tipo de jogador que, de novo, colocou todo o peso nas costas e nem ligou. Ele foi decisivo."

"Merecemos estar nas finais da NBA. Depois de sete anos sem chegar aos playoffs, nos últimos dois pensávamos que tínhamos uma chance e simplesmente não fizemos o suficiente (para ganhar a conferência). Agora estamos aqui", mostrou satisfação PJ Tucker.

O Milwaukee fez bela festa na casa do Atlanta, mas já volta as atenções para o Phoenix Suns. O clube tenta recuperar Antetokounmpo a tempo das finais, enquanto o elenco se fecha para buscar uma conquista que ninguém imaginava ser possível no começo da temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.