Benny Sieu/ USA Today Sports
Benny Sieu/ USA Today Sports

Milwaukee brilha e derruba série histórica dos Warriors na NBA

Bucks também acabaram com invencibilidade dos Lakers, em 1972

Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2015 | 09h49

Antepenúltimo colocado da Conferência Leste, com 15 derrotas nas costas, o Milwaukee Bucks foi o grande responsável pelo fim da série histórica do Golden State Warriors na noite deste sábado, jogando em casa, em rodada da NBA. Com uma grande atuação coletiva, o Bucks impôs a primeira derrota dos atuais campeões nesta temporada, pelo placar de 108 a 95. A equipe de Stephen Curry vinha de nada menos que 28 vitórias consecutivas - 24 no atual campeonato e quatro do último playoff.

O Warriors sonhava em bater o recorde absoluto de vitórias consecutivas, que pertence ao Los Angeles Lakers, com 33 na temporada 1971/72, esta que, coincidentemente, também foi encerrada por uma derrota para os Bucks. Com suas 28, o time de Curry ocupa o segundo lugar nesta lista. O último triunfo foi obtido na noite de sexta-feira, fazendo o Warriors superar Miami Heat, que anotou 27 vitórias seguidas em 2012/13.

Sem bater o recorde absoluto, o time de Curry tem como "consolo" a marca de melhor início de temporada. Ao alcançar 16 vitórias seguidas, no fim de novembro, o Warriors superou o recorde de 15/0 do Houston Rockets (1993/94) e do Washington Capitols (1948/49).

Exibindo grande performance no início da competição, o atual campeão passou a exibir queda de rendimento nas últimas semanas. Na sexta, precisou de duas prorrogação para superar o Boston Celtics, principalmente em razão de desfalques.

Neste sábado, o time enfim caiu na temporada, diante da forte atuação coletiva do Bucks. "Não temos que buscar desculpas. Simplesmente não jogamos bem durante 48 minutos e eles lutaram todo o tempo e foram melhores. Fizeram uma grande partida, mantiveram a mentalidade vencedora", declarou Curry, principal referência do Warriors.

bas

Contra o Bucks, o armador teve boa atuação, mas não brilhou como nas partidas anteriores. Foi o cestinha do seu time, com 28 pontos, porém cometeu muitos erros nas bolas de três. Acertou duas em oito tentativas. Draymond Green contribuiu com 24 pontos e 11 rebotes. Já Leandrinho foi discreto, com apenas dois pontos em 12 minutos em quadra.

Os destaques do Warriors foram ofuscados pela atuação de Greg Monroe, que conseguiu um "double-double" de 28 pontos e 11 rebotes. Anotou ainda cinco assistências. Mas Monroe não brilhou sozinho, em noite do coletivo dos anfitriões. Giannis Antetokounmpo registrou um "triple-double" de 11 pontos, 12 rebotes e 10 assistências. Jabari Parker anotou 19 pontos e 7 rebotes e O.J Mayo e Carter-Williams marcaram 18 e 17 pontos, respectivamente.

A grande atuação levou o Bucks a sua 10ª vitória na temporada. O Warriors segue com o melhor aproveitamento de longe na competição. Segue com 24 triunfos, e agora uma derrota, na liderança isolada da Conferência Oeste.

O tropeço favoreceu a aproximação do San Antonio Spurs, que venceu o Atlanta Hawks por 103 a 78 neste sábado, fora de casa. Com 20 vitórias e cinco derrotas, o Spurs ocupa o segundo posto da tabela.

No lado leste, o Chicago Bulls segue brigando pelas primeiras posições. Ao vencer o New Orleans Pelicans por 98 a 94, em casa, a equipe sustentou a terceira colocação, com 13 vitórias e oito derrotas na temporada até agora.

CONFIRA OS RESULTADOS DA NOITE DESTE SÁBADO

Brooklyn Nets 100 x 105 Los Angeles Clippers

Charlotte Hornets 93 x 98 Boston Celtics

Detroit Pistons 118 x 96 Indiana Pacers

Chicago Bulls 98 x 94 New Orleans Pelicans

Houston Rockets 126 x 97 Los Angeles Lakers

Atlanta Hawks 78 x 103 San Antonio Spurs

Milwaukee Bucks 108 x 95 Golden State Warriors

Dallas Mavericks 111 x 114 Washington Wizards

Portland Trail Blazers 110 x 112 New York Knicks

ACOMPANHE OS JOGOS DESTE DOMINGO

Phoenix Suns x Minnesota Timberwolves

Toronto Raptors x Philadelphia 76ers

Miami Heat x Memphis Grizzlies

Oklahoma City Thunder x Utah Jazz


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.