Minas bate Joinville, fecha série e avança à semi do NBB

Equipe mineira agora aguarda o vencedor do confronto entra Brasília e Bauru

AE, Agência Estado

24 de abril de 2010 | 21h37

O Pitágoras/Minas conseguiu a vitória que precisava na noite deste sábado para se garantir nas semifinais do Novo Basquete Brasil (NBB). Em Belo Horizonte, o time mineiro venceu o Ciser/Araldite/Univille/Joinville por 94 a 90 e fechou a série melhor de cinco partidas em 3 a 0. Na próxima fase, o Minas vai encarar o vencedor do confronto entre Universo/BRB/Financeira Brasília e GRSA/Itabom/Bauru.

Na primeira edição do NBB, no ano passado, o Minas parou nas semifinais. A equipe foi eliminada justamente pelo Brasília, adversário mais provável também nesta edição. A equipe do Distrito Federal lidera a série contra o Bauru por 2 a 0 e pode garantir a classificação ainda na noite deste sábado, quando recebe o time paulista.

Diante de sua torcida, o Minas fez um bom jogo, abrindo boa vantagem ainda no primeiro tempo e sustentando na volta do intervalo. No início do último quarto, a equipe anfitriã vencia por 76 a 62. Mas o Joinville não venderia barato a derrota. O time visitante reagiu no período final e chegou a encostar no placar.

O fim da partida foi emocionante, disputado ponto a ponto. Nos instantes finais, o ala/armador André manteve as esperanças do Joinville ao acertar um arremesso de três e diminuir a diferença para dois pontos. Depois, o pivô Drudi voltou a aumentar a vantagem para quatro, o Joinville cortou para dois novamente e o armador argentino Sucatzky selou a vitória ao converter dois lances livres.

O cestinha do jogo foi o ala norte-americano Jeffries, com 27 pontos pelo Minas. Drudi também foi um dos destaques ao anotar 18 pontos e oito rebotes, assim como Murilo, que conseguiu um duplo-duplo de 12 pontos e dez rebotes. Quem também teve dígitos duplos em dois fundamentos foi Shilton, mas pelo Joinville. O pivô marcou 23 pontos e agarrou 11 rebotes.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBBMinasJoinville

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.