Andres Leighton/AP
Andres Leighton/AP

Moncho elogia estreia, mas pede mais concentração

'Tivemos excelentes momentos na defesa, mas precisamos ter mais equilíbrio, afirma o treinador

Agencia Estado

26 de agosto de 2009 | 21h14

A seleção brasileira masculina de basquete superou nesta quarta-feira o seu primeiro adversário na busca pela vaga no Mundial de 2010, na Turquia. Na estreia pela Copa América, realizada em Porto Rico, e que dá quatro vagas para a competição do ano que vem, o Brasil venceu a República Dominicana por 81 a 68. A vitória sobre um dos favoritos do torneio, porém, não deixou o técnico espanhol Moncho Monsalve completamente satisfeito.

Veja também:

linkBrasil vence em sua estreia na Copa América

Na partida em San Juan, o Brasil chegou a ter um bom início, mas permitiu a reação dos dominicanos e chegou a ter a vitória ameaçada no terceiro quarto. "Começar uma competição difícil e equilibrada com uma vitória é fundamental. Tivemos excelentes momentos na defesa, mas precisamos ter mais equilíbrio durante os 40 minutos", pediu Moncho. "É um grupo magnífico, mas precisa diminuir a ansiedade."

Para o treinador, faltou "concentração" aos brasileiros, que só conseguiram reverter a desvantagem no último quarto da partida, no qual venceram por 24 a 7. "Todos sabem o que precisam fazer na quadra. Só que, em alguns momentos, os jogadores perdem a concentração. Precisamos melhorar alguns detalhes importantes para alcançarmos os objetivos", afirmou Moncho, já visando o próximo jogo pela Copa América, contra a Venezuela.

Assim como o espanhol, o ala/armador Leandrinho também destacou a reação brasileira, mas acha que a equipe pode evoluir. "O time teve raça e coração para virar o jogo e conseguir a vitória nos minutos finais. Foi uma partida disputada ponto a ponto e, mesmo quando eles passaram à frente, tivemos calma para buscar a vitória", disse o jogador do Phoenix Suns. "O jogo de hoje serviu como aprendizado e sabemos o que precisamos melhorar para as próximas partidas."

Já o ala/pivô Anderson Varejão preferiu destacar o triunfo na estreia. "Independente da diferença no placar, o importante é estrear com vitória. Tivemos pela frente um adversário muito difícil", afirmou o jogador, destacando ainda a atuação do ala/armador Alex, cestinha da partida ao lado de Leandrinho, com 21 pontos. "O grupo todo está de parabéns, principalmente o Alex, que foi fundamental na defesa e no ataque."

O próprio Alex, entretanto, manteve a modéstia e agradeceu a oportunidade dada por Moncho. "Fiquei muito feliz por ter sido útil para a equipe. Estou sempre pronto para entrar e desempenhar o papel que o técnico precisar", comentou o ala/armador, que iniciou o jogo como titular. Agora, o Brasil volta à quadra pela Copa América nesta quinta-feira, diante dos venezuelanos, às 19h30 (de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.