Karen Pulfer/ EFE
Karen Pulfer/ EFE

Morant faz 52 pontos em vitória dos Grizzlies e bate recorde pelo segundo jogo seguido

Após anotar 46 pontos no domingo, armador tem outra atuação absurda no triunfo sobre o San Antonio Spurs

Redação, Estadão Conteúdo

01 de março de 2022 | 09h01

Dois dias depois de alcançar a melhor pontuação da carreira em temporada regular e se tornar o jogador com mais pontos marcados em uma mesma partida pelo Memphis Grizzlies, Ja Morant se superou mais uma vez. A marca de 46 pontos na vitória sobre o Chicago Bulls, no domingo, ficou para trás e deu lugar aos 52 anotados na rodada de segunda-feira da NBA, em vitória por 118 a 105 sobre o San Antonio Spurs.

"Tinha que ser os 50. Eu sou grato pelos meus companheiros de equipe, pelos meus treinadores. Eles acreditam em mim e têm toda a confiança do mundo de que eu farei as jogadas certas", comentou o animado armador da franquia do Tennessee após a importante vitória.

O novo número também é o melhor do jovem de 22 anos mesmo se os playoffs, não contabilizados nos rankings oficiais da NBA, entrarem na conta. Na fase eliminatória, a maior pontuação de Morant em uma partida foi de 47, em maio do ano passado, durante derrota por 141 a 129 no jogo 2 contra o Utah Jazz.

Morant é uma verdadeira bênção aos Grizzlies. Até domingo, o recorde de maior pontuação em um jogo da franquia era de Mike Miller, que fez 44 em fevereiro de 2007. No top 5 desses números, Miller está em terceiro, entre quatro marcas de Morant: 52, 46, 44 e 44. As atuações do armador estão ajudando a equipe a se manter na parte de cima da Conferência Oeste, na qual ocupa a terceira colocação.

Em quadra na noite de segunda, os 52 pontos marcados vieram de jogadas memoráveis, das cestas de três aos habituais saltos incríveis do jogador, como o que ele deu para superar Jakob Poetl em uma linda enterrada. Além disso, Morant ainda teve sete rebotes e duas assistências.

"Ele está no aro toda noite, mas o jeito que fez nesta noite, ele simplesmente estava em modo de ataque no salto. Ele conseguiu tudo o que queria, e pareceu fácil olhando de fora. Foi simplesmente especial estar aqui e assistir isso" , disse o De’Anthony Melton, que começou no banco de reservas e entrou para ajudar com 15 pontos.

OUTROS JOGOS

 Um pouco antes do show de Morant, os dois primeiros colocados da Conferência Leste se encontraram na Flórida, em partida na qual os donos da casa levaram a melhor. Com 20 pontos de Gabe Vincent e outros 20 de Tyler Herro, o líder Miami Heat venceu o Chicago Bulls por 112 a 99 e chegou à nona vitória nos últimos dez jogos.

Bam Adebayo, com 15 pontos, sete rebotes e cinco assistências, foi outro destaque do Heat, assim como Max Strus, autor de 13 pontos no quarto final. Já o melhor pontuador do Bulls foi Zach LaVine, dono de 22 pontos na partida.

Enquanto isso, DeMar DeRozan interrompeu uma sequência de dez partidas consecutivas marcando 30 pontos e ficou bem abaixo do esperado, com apenas 18. "Eu estava apenas jogando, fazendo o que eu podia. Estou feliz que acabou para que eu posso parar de ouvir sobre isso", disse DeRozan.

Em Wisconsin, o Milwaukee Bucks se recuperou da derrota para o Brooklyn Nets com uma vitória por 130 a 106 sobre o Charlotte Hornets. O astro Giannis Antetokounmpo foi um dos melhores em quadra, com um double-double de 16 rebotes e seis assistências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.