Greg Wahl/AP
Greg Wahl/AP

Morre Jerome Kersey, ídolo dos Blazers e campeão com os Spurs

Ex-ala de 52 anos trabalhava como dirigente de responsabilidade social na franquia de Portland, que não informa a causa da morte

Estadão Conteúdo

19 Fevereiro 2015 | 11h17

Um dos grandes ídolos da história do Portland Trail Blazers na NBA, o ex-ala Jerome Kersey morreu na noite da última quarta-feira aos 52 anos. A informação foi divulgada pela própria franquia, à qual o ex-jogador ainda prestava serviços como dirigente do departamento de responsabilidade social. A causa do falecimento, no entanto, "ainda não foi confirmada", de acordo com o comunicado oficial.

Kersey atuou por 11 temporadas no Portland Trail Blazers e é o segundo jogador com mais jogos pela franquia na história, com 831, atrás somente de Clyde Drexler. Ele ajudou a equipe a chegar às finais da NBA em 1990 e 1992, sendo batido, respectivamente, por Detroit Pistons e Chicago Bulls. Mas foi longe de Portland que ele conquistaria seu único título da liga. Já veterano, aos 36 anos, ele ajudou o San Antonio Spurs a levantar o troféu em 1999.

Hoje nós perdemos uma pessoa incrível e um dos jogadores mais queridos que já vestiu a camisa do Trail Blazers", declarou o dono da franquia, Paul Allen. "Meus pensamentos e condolências estão com a família Kersey. Ele vai fazer falta para todos nós. Esta é uma perda terrível."

A morte de Kersey surpreendeu ainda mais pelo fato de ele ter participado normalmente de uma palestra em um colégio de Portland na última terça, ao lado de seu ex-companheiro Terry Porter e do também ex-jogador Brian Grant. Embaixador do Blazers, ele falou sobre a celebração do mês da história afro-americana.

"Estamos chocados por perder um grande membro da nossa família Trail Blazers. As notícias são tão repentinas, e temos certeza que novos detalhes virão. Mas é sem dúvida um dia triste para nossa organização, a cidade de Portland e a NBA. Jerome será lembrado não só por sua contribuição em quadra, mas por seu tremendo impacto na comunidade", comentou o presidente do Blazers, Chris McGowan.

No total, Kersey atuou em 17 temporadas da NBA, com médias de 10,3 pontos e 5,5 rebotes. Além do Portland Trail Blazers e do San Antonio Spurs, ele defendeu as cores do Los Angeles Lakers, do Golden State Warriors, do Seattle Supersonics e do Milwaukee Bucks, onde se aposentou em 2001.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.