Morre Waldir Pagan, ex-técnico da seleção de basquete

Sob seu comando, seleção brasileira medalhista de bronze no Mundial do Brasil e ouro nos Jogos Pan-Americanos de Cali

Estadão Conteúdo

09 de agosto de 2014 | 13h53

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) confirmou neste sábado a morte de Waldir Pagan Peres, ex-técnico e supervisor da seleção brasileira feminina. Pagan, de 77 anos, faleceu às 23 horas desta sexta-feira e será enterrado neste sábado, às 17 horas, no Cemitério Gethsêmani, no Morumbi, em São Paulo.

Pagan foi o técnico da seleção brasileira medalhista de bronze no Mundial do Brasil, em 1971, e ouro nos Jogos Pan-Americanos de Cali, na Colômbia, também em 1971. Além disso, era ele o supervisor da delegação do Brasil na conquista do título do Mundial de 1994, realizado na Austrália. 

Presidente da CBB, o presidente Carlos Nunes lamentou a morte de Pagan. "O Waldir foi um dos melhores técnicos do basquete brasileiro e descobridor de inúmeros talentos que integraram a seleção brasileira feminina. Foram décadas dedicadas ao basquete e de uma inestimável contribuição ao esporte. Com certeza, o seu trabalho ficará eternizado para sempre", disse.
Tudo o que sabemos sobre:
basqueteWaldir Paganmorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.