Divulgação/LSB
Divulgação/LSB

Morte de Fab Melo foi por 'causas naturais indeterminadas', diz IML

Jogador foi encontrado morto em casa no último sábado

Demétrio Vecchioli, Estadao Conteudo

13 Fevereiro 2017 | 18h06

O jogador brasileiro de basquete Fab Melo faleceu no sábado por causas naturais indeterminadas. Essa é a constatação do Instituto Médico Legal (IML) de Juiz de Fora (MG), onde o corpo do atleta foi periciado. A informação foi confirmada à reportagem pela assessoria de imprensa da Polícia Civil mineira.

Fab Melo foi encontrado morto em casa e a família considera que ele teve uma parada cardíaca enquanto dormia. Depois de deixar o Brasília, ele estava morando com a mãe e duas irmãs na cidade do interior de Minas Gerais.

O pivô iniciou sua carreira no basquete em projetos de Juiz de Fora. De lá, foi aos Estados Unidos, onde se destacou jogando pelo Universidade de Syracuse, em Nova York. Lá foi escolhido o melhor jogador defensivo do ano na conferência Big East, o que chamou a atenção do Boston Celtics, que o escolheu no draft em 2012.

Com poucas chances na grande equipe, passou a defender o Maine Red Claws, da Liga de Desenvolvimento da NBA, e em seguida foi contratado pelo Memphis Grizzlies. Em 2013, teve sua última oportunidade na liga norte-americana, pelo Dallas Mavericks. Depois, atuou novamente na Liga de Desenvolvimento, desta vez pelo Texas Legends.

Fora da NBA, ele defendeu o Caciques de Humacao, de Porto Rico. E, no Brasil, jogou pelo Paulistano (SP), Liga Sorocabana (SP) e pelo Brasília (DF). Na seleção, jogou o Sul-Americano Cadete do Uruguai, em 2006, e o Sul-Americano Sub-17 da Venezuela, em 2007.

Mais conteúdo sobre:
Fab Melo basquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.