Morte do técnico Flip Saunders gera homenagens na NBA

Um dos técnicos mais icônicos da NBA nas últimas décadas, Flip Saunders perdeu a batalha contra o câncer e morreu no último domingo, aos 60 anos. O falecimento do treinador, que não resistiu a um linfoma de Hodgin, rendeu diversas homenagens na liga, inclusive do comissário Adam Silver.

Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2015 | 15h57

"A família da NBA está de luto pela trágica perda de nosso amigo e colega Flip Saunders. Com mais de 40 anos no esporte, 20 deles na NBA, o falecimento de Flip deixa um buraco na nossa liga. Flip era uma figura amada na NBA, demonstrando uma paixão consistente e genuína por seus jogadores, time e jogo. Em nome da NBA, queremos oferecer as mais sinceras condolências à esposa de Flip, Debbie, e suas quatro crianças", disse em comunicado.

Saunders comandou Detroit Pistons e Washington Wizards, mas marcou mesmo época em Minnesota. Jogou quatro anos na University of Minnesota, quando jovem, e anos depois se tornou o técnico mais vitorioso da história do Timberwolves, com 427 triunfos pela franquia.

No total, foram quase 11 temporadas completas no Timberwolves e durante boa parte delas, Saunders teve como comandado Kevin Garnett. Primeiro como um promissor ala/pivô, depois como uma das estrelas da liga, até a última temporada, como um veterano e vitorioso atleta. Talvez por isso, Garnett tenha feito uma emocionante homenagem a seu ex-comandante, ao postar no Facebook uma foto de si próprio sentado em frente à vaga do treinador no prédio do Timberwolves, olhando para o nome de Saunders, com os dizeres: "Para sempre em meu coração".

Depois de uma vitoriosa passagem entre 1995 e 2005, Saunders voltou ao Timberwolves em 2013 como presidente das operações de basquete. Antes do início da última temporada, ele mesmo se nomeou o técnico da equipe, no que seria sua última participação na NBA. Há cerca de um mês, pediu afastamento da franquia para tratar do linfoma de Hogin, um tipo de câncer que ataca o tecido linfático.

A perda do treinador também gerou comoção em um dos principais jogadores do Timberwolves na atualidade, o espanhol Ricky Rubio. "O cara que acreditou em mim desde o primeiro dia morreu. Ele era todo sorrisos, apaixonado e realmente amava este jogo. Ele deu tudo ao Timberwolves e fez coisas incríveis por nós. Era nosso líder. Realmente vou sentir sua falta, técnico. Descanse em paz, Flip", escreveu nas redes sociais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.