Kelly L. Cox / USA Today Sports
Kelly L. Cox / USA Today Sports

MVP das finais da NBA, Durant revela insônia e ressalta: 'Nós prevalecemos'

O astro diz ter feito a escolha certa ao deixar o Oklahoma City Thunder e ir para o Golden State Warriors

Estadão Conteúdo

13 de junho de 2017 | 09h54

Eleito o jogador mais valioso das finais (MVP) da NBA, na qual teve grande atuação na vitória do Golden State Warriors sobre o Cleveland Cavaliers, por 129 a 120, na noite desta segunda-feira, em Oakland, onde o seu time garantiu o título desta temporada da liga de basquete dos Estados Unidos, Kevin Durant revelou após o confronto que conviveu com noites sem dormir antes deste quinto confronto da série final contra a equipe de LeBron James.

"Eu não pude dormir por dois duas", ressaltou Durant, que liderou o Warriors com 39 pontos no triunfo que fechou a série melhor de cinco partidas da decisão em 4 a 1. "Eu estava ansioso, eu estava nervoso. E eu só queria colocar tudo o que tinha ali. Eu coloquei meu trabalho e só tinha de confiar nele. Estávamos realmente bem esta noite", completou o aliviado astro, dividindo também os méritos da conquista com o resto da equipe da Califórnia.

O MVP destas finais também comemorou o fato de a sua equipe ter garantido o título já nesta segunda-feira e assim evitado um sexto duelo da decisão, que seria em Cleveland. E Durant enalteceu também as performances de LeBron James e Kyrie Irving, autores respectivamente de 41 e 26 pontos nesta segunda, mas enfatizou que o Warriors fez valer com autoridade o fator quadra para ficar com o título.

"LeBron e Kyrie, eu nunca vi algo nada estes dois antes, mas nós prevalecemos, nós somos os campeões e é incrível conseguir isso em nossa casa", destacou o ala, que fez história também ao se tornar o primeiro jogador desde Shaquille O'Neal, em 2000, a fazer 30 pontos ou mais em cinco jogos seguidos de uma final de NBA.

Durant ainda fez questão de lembrar que tomou a decisão certa ao ter trocado o Oklahoma City Thunder pelo Warriors a partir desta última temporada, após uma polêmica transferência, com a qual acabou aumentando as suas chances de conquistar o seu primeiro título de campeão da NBA, sonho que se concretizou nesta segunda.

"Sempre soube que não tinha errado com a decisão que tomei, mas sobretudo porque cheguei a um ambiente único para jogar basquete. Agora tenho o dobro de satisfação porque também pude contribuir para outro título", disse Durant, se referindo ao fato de que o Warriors também foi campeão na temporada retrasada da NBA, depois de o Cavaliers ter obtido uma incrível e histórica virada sobre o time na decisão da temporada passada, quando virou uma desvantagem de 3 a 1 para 4 a 3 na série final.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBAKevin Durant

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.