LNB/Divulgação
LNB/Divulgação

Na abertura do NBB-11, Mogi se vinga do Paulistano em reedição da final

Em São Paulo, equipe do técnico Guerrinha supera o time de Régis Marrelli por 85 a 75

Bruna Gavioli, Especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

13 Outubro 2018 | 18h02

Em um duelo decidido nos segundos finais,  o Mogi das Cruzes superou o Paulistano, por 85 a 75, neste sábado, no Ginásio Antonio Prado Jr, em São Paulo, no jogo de abertura do NBB-11. Mesmo com desfalques, o time do técnico Guerrinha mostrou superação para dar o troco na equipe de Régis Marrelli, na reedição na final da última temporada. 

O destaque do jogo ficou com o maior pontuador da história da competição: Shamell, que anotou 21 pontos. O americano ainda pegou seis rebotes e deu cinco assistências.

O Paulistano começou o jogo com um bom aproveitamento nas bolas de três e fechou o primeiro quarto em vantagem: 19 a 15. Já o Mogi não queria ir para o intervalo perdendo e, com apoio principal de JP Batista e Arthur Pecos, conseguiu virar e fechar o segundo quarto na frente: 41 a 39.

Com um placar bem disputado, Shamell teve boa atuação para também deixar o Mogi na frente no terceiro quarto (57 a 56) e foi importante na última parcial, quando o Paulistano chegou a virar o jogo novamente. No fim, com algumas bolas de três pontos, o time visitante abriu 10 pontos e venceu. 

Após o jogo, o técnico do Mogi, Guerrinha disse que "foi uma vitória na base da superação". "Os meninos que entraram poucos minutos fizeram a função deles, jogadores experientes chamando a responsabilidade, como Shamell, JP e Gui (Deodato). O Gruber foi muito bem, Pecos ficou a uma assistência do triplo-duplo… Então todo mundo de um pouco a mais. Durante a partida ainda tivemos problemas com faltas, como com o Gruber no início do jogo. Aí tive que tirar ele e colocar o Shamell como ‘4’, é como se fosse tirar um centroavante e colocar de goleiro. Mas fomos levando, soubemos ganhar na hora certa contra um adversário fortíssimo, na casa deles, e com uma diferença de dez pontos, o que pode fazer a diferença”, declarou o técnico.

Na próxima rodada, o Paulistano enfrenta o Corinthians, na sexta-feira, no Ginásio Wlamir Marques, às 21h10, com transmissão ao vivo do Fox Sports. Já o Mogi entrará em quadra na quinta-feira  diante do Pinheiros, no Ginásio Hugo Ramos, às 20h45, ao vivo no Bandsports.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.