CBB
CBB

Na estreia de Gustavinho, Brasil vence o Chile pelas Eliminatórias do Mundial de Basquete

Defesa encaixa durante o duelo e pivôs brasileiros fazem a diferença; rivais voltam a se enfrentar neste sábado

Sergio Neto, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2021 | 20h18

A era de Gustavo de Conti, o Gustavinho, no comando da seleção brasileira começou com o pé direito. A equipe venceu o Chile nesta sexta-feira por 77 a 53. A partida em Buenos Aires, na Argentina, foi válida pela abertura das Eliminatórias da Copa do Mundo de Basquete de 2023. O técnico usou do duelo para testar seus comandados, tendo usado todos os 12 jogadores disponíveis no decorrer do jogo.

O Chile começou bem, com 21 pontos ainda no primeiro quarto, mas a empolgação parou por aí. Gustavinho soube ler bem o jogo do rival e explorou seus homens grandes que, tanto na defesa como no ataque, dominaram os adversários chilenos. Reflexo disso foi o primeiro tempo, em que Brasil foi soberano nos rebotes. Foram 26 rebotes para os brasileiros contra 14 dos adversários. A defesa brasileira foi se ajustando no decorrer do jogo e foi fundamental para o resultado final.

O técnico brasileiro decidiu aproveitar a vantagem que teve na altura e força e iniciou o segundo tempo com um quinteto mais alto, o mesmo que abriu uma boa vantagem no segundo quarto. A diferença rapidamente chegou aos dois dígitos, com a marcação brasileira complicando bastante o ataque chileno. Bruno Caboclo foi um dos destaques nos dois lados da quadra. Lucas Dias também foi muito bem vindo do banco de reservas.

O último quarto começou com 13 pontos de vantagem para o Brasil. Lucas Mariano, seja enterrando ou chutando dos 3, colocou ainda mais frente ao time brasileiro. A última parcial seguiu o roteiro da anterior e não demorou para Gustavinho começar a utilizar outras formações. O Chile não soube esboçar reação e o placar final anotou 24 pontos de vantagem para o Brasil.

Lucas Mariano foi o cestinha do duelo com 18 pontos e três rebotes. Bruno Caboclo vem logo atrás, tendo marcado 14 pontos e 13 rebotes, sendo 11 defensivos. Outro pivô brasileiro, Cristiano Felicio foi responsável por 12 pontos e nove rebotes.

ENTENDA AS ELIMINATÓRIAS

Os dois times voltam a se enfrentar neste sábado. O Grupo B é formado por Brasil, Chile, Colômbia e Uruguai. Nesta primeira fase das Eliminatórias, as 16 seleções são divididas em quatro chaves com quatro seleções cada, com jogos de ida e volta. Portanto, seis compromissos para cada equipe.

Os três melhores países avançam de fase, formando então os Grupos E (A + C) e F (B + D). Os resultados da primeira fase continuam valendo. Cada seleção jogará então contra equipes que ainda não enfrentaram. Avançando o Brasil entra no Grupo F e pode ter pela frente três destes rivais: Estados Unidos, Porto Rico, México ou Cuba. Da mesma forma que a primeira fase, são realizados seis jogos, também de ida e volta.

Neste momento, as três primeiras equipes após o fim dos duelos e também o melhor 4º colocado entre dos Grupos E e F vão para a Copa do Mundo de Basquete. O Mundial ocorre entre os dias 25 de agosto e 10 de setembro de 2023 e terá como sedes Japão, Filipinas e Indonésia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.