Twitter / CBB (@BasqueteBrasil)
Twitter / CBB (@BasqueteBrasil)

Na prorrogação, Brasil volta a bater Uruguai nas Eliminatórias da Copa América

Georginho brilha com 18 pontos e uma cesta decisiva no final do tempo extra

Redação, Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2020 | 00h07

O Brasil voltou a triunfar diante do Uruguai nas Eliminatórias para a Copa América Masculina de Basquete de 2021. Ainda que tenha cometido muitos erros, desperdiçando uma vantagem que chegou a ser de 15 pontos, venceu em Montevidéu por 83 a 76, em duelo definido apenas na prorrogação.

Na última sexta-feira, a seleção havia superado os uruguaios por 83 a 72, em São José dos Pinhais (PR). Georginho, com 18 pontos e uma cesta decisiva no tempo extra, foi decisivo para o triunfo da seleção. Já Yago saiu do banco para marcar 17 e Léo Demétrio fechou a partida com 11. Bruno Fitipaldo liderou o Uruguai com 30 pontos e Esteban Batista somou 12 rebotes e dez pontos.

A seleção teve um início ruim de partida, a ponto de chegar a estar perdendo por 16 a 7. E fechou o primeiro quarto perdendo por 22 a 17, muito também pelos 14 pontos de Fitipaldo. A virada veio a 7min20 do fim do segundo quarto. Com a defesa mais forte, fez 25 a 22 e não perdeu mais a liderança, indo ao intervalo ganhando por 40 a 37.

O melhor momento do Brasil na partida veio no terceiro quarto, vencido por 20 a 10, com grande atuação de Yago, o que levou a seleção a iniciar o último período com confortáveis 60 a 47. Só que uma série de erros da equipe, especialmente no ataque, recolocou o Uruguai no jogo, diminuindo a sua desvantagem para 66 a 63 a 2min36 do fim. E a equipe da casa conseguiu levar o duelo para a prorrogação ao empatar o placar em 68 a 68.

A disputa seguiu bastante equilibrada no tempo extra, mas uma cesta de três Georginho a 39 segundos do fim encaminhou o triunfo ao colocar a seleção em vantagem de 80 a 76. E o placar foi fechado em 83 a 76.

Tendo a classificação para a Olimpíada como principal objetivo neste ano, o técnico Aleksandar Petrovic aproveitou os compromissos com o Uruguai para convocar uma equipe bastante renovada, com o intuito de fazer testes no time visando o qualificatório para Tóquio, agendado para junho, em Belgrado.

O Grupo B das Eliminatórias da Copa América também conta com Paraguai e Panamá, sendo que os três primeiros se classificam para o torneio continental de 2021. Os próximos compromissos do Brasil no qualificatório vão ser em novembro, nos dias 26, em casa, contra o Panamá, e 29, diante do Paraguai, também como mandante.

Antes, em junho, a seleção se reunirá para a disputa do Pré-Olímpico, com Tunísia e Croácia sendo os adversários na primeira fase. Se avançar às semifinais, vai encarar México, Rússia ou Alemanha. Mas só o campeão do qualificatório vai os Jogos de Tóquio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.