David Maxwell / CJ Gunther / Montagem EFE
David Maxwell / CJ Gunther / Montagem EFE

'Não me importo', diz Irving sobre suposta decepção de LeBron com sua saída

Armador pediu para ser trocado e foi enviado ao Boston Celtics

O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2017 | 17h23

Novo reforço do Boston Celtics para a temporada 2017/2018 da NBA, Kyrie Irving falou nesta segunda-feira sobre sua polêmica saída do Cleveland Cavaliers. Diante de uma suposta irritação do maior astro da franquia de Ohio, LeBron James, com sua decisão, o armador foi taxativo e minimizou qualquer chateação do agora ex-companheiro.

Kyrie explicou, em entrevista à ESPN dos Estados Unidos, que não comunicou LeBron sobre sua decisão de pedir para ser negociado pelo Cavaliers. Questionado se a atitude poderia ser interpretada como um problema pessoal pelo astro, o armador admitiu que sim, mas disparou: "Não me importo".

Relatos da imprensa norte-americana deram conta de que LeBron ficou extremamente irritado com o pedido de Kyrie, antes mesmo de ele acertar sua saída para o Celtics, o que tornaria o clima no Cavaliers inviável caso a negociação não fosse finalizada. Mas o armador não se mostrou nada preocupado com a opinião do astro.

"Eu não acho que você deve nada a outra pessoa quando se trata de descobrir o que é melhor para sua própria vida", declarou. "Não é nada pessoal, não estou aqui para disparar contra ninguém ou falar de uma pessoa em particular ou sobre a organização, porque eu não tenho nada além de amor por Cleveland. Nada além de amor pelo tempo que passei lá."

Campeão da NBA na temporada 2015/2016 com o Cavaliers e presente nas últimas três finais da liga - todas contra o Golden State Warriors -, Kyrie surpreendeu ao pedir para ser trocado ao fim do último campeonato. Sem ir muito a fundo na questão, ele falou nesta segunda-feira sobre a opção.

"Chega uma hora em que você amadurece como indivíduo, é a hora de você tomar uma decisão. E não tem como voltar para trás quando chega neste ponto. Não há tempo para pensar em salvar os sentimentos de uma pessoa quando você precisa, essencialmente, ser egoísta e decidir o que quer fazer", afirmou.

As declarações de Kyrie só acirraram a crescente rivalidade entre Cavaliers e Celtics, e estas duas equipes abrirão a temporada 2017/2018 da NBA. No dia 17 de outubro, elas se enfrentam em Cleveland, no reencontro do armador com o Cavaliers e de Isaiah Thomas, Jae Crowder e Ante Zizic com o Celtics.

Tudo o que sabemos sobre:
basquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.