NBA 2002 terá replay instantâneo

A NBA aprovou para a próxima temporada 2002/2003 o uso de replay instantâneo em jogadas polêmicas, que sejam realizadas nos últimos segundos de um quarto da partida ou de uma prorrogação, e assim afetem o resultado final do jogo. ?Vimos na temporada passada que algumas jogadas são feitas sem que seja humanamente possível determinar se a bola foi ou não lançada antes do cronômetro zerar?, disse Stu Jackson, vice-presidente de Operações de Basquete da liga norte-americano.No replay, os árbitros da partida poderão revisar as jogadas num total de dois minutos para reverter qualquer decisão e somente em situação de tentativas de arremessos, um arremesso que possa mudar o resultado do jogo quando o relógio marque 0:00, no final do último período ou no final da prorrogação, ou em arremessos feitos quando o relógio marque 0:00 no final do primeiro, segundo e terceiro quartos.Nas faltas, quando ocorra uma infração na qual os lances livres possam afetar o resultado de uma partida aos 0:00 segundos no marcador, no final do último quarto ou da prorrogação, e em faltas anotadas com 0:00 segundos no marcador no final do primeiro, segundo e terceiro quartos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.