NBA: a reviravolta do Denver Nuggets

É uma verdadeira ressurreição. Na temporada passada, o Denver Nuggets fez 82 jogos e venceu apenas 17 vezes, a pior campanha entre os 29 times da NBA. Este ano, o time do brasileiro Nenê Hilário é uma das grandes surpresas, com a sétima melhor campanha. E nesta terça será possível ver o Denver em quadra, no jogo contra o Cleveland Cavaliers (ESPN Internacional, ao vivo, à meia-noite). E um novo duelo entre os jogadores que são considerados o futuro da liga: Carmelo Anthony, de Denver, e LeBron James, de Cleveland.A campanha atual do Denver comparada à do ano passado é surpreendente. O time que venceu só 17 jogos em 2002/2003 já conseguiu dez vitórias em apenas 16 jogos. É o melhor início de temporada da equipe desde 1993/94, última vez em que Denver chegou aos playoffs.O milagre tem explicação. O time ganhou reforços, escolheu um dos melhores calouros dos últimos anos, teve jogadores voltando de contusão e outros, como o brasileiro Nenê Hilário, mostrando evolução.Três contratações de jogadores que atuam na armação foram muito bem sucedidas. Andre Miller, ex-Golden State, virou titular absoluto como armador. Voshon Lenard (ex-Toronto) e o baixinho (de 1,65 m) Earl Boykins (ex-Golden State) também vem jogando bem. Os três, além de Carmelo Anthony e Nenê, têm médias de mais de dez pontos por partida. Denver tem o sétimo melhor ataque da liga, com média de 94,8 pontos por jogo. Dos pivôs, o time contou com a volta do experiente Marcus Camby, que passou a última temporada praticamente inteira contundido e é referência nos rebotes.Nenê, em sua segunda temporada na liga, mostra evolução. Seus números são melhores do que os do ano passado em todos os fundamentos. A média de pontos por jogo subiu de 10,5 para 11, a porcentagem de arremessos certos subiu de 51,9% para 52,7% e a de lances livres passou de 57,8% para 68,3%.Em casa, o time está quase imbatível. Venceu sete das oito partidas que disputou, seis delas contra equipes que estiveram nos playoffs da temporada passada. O último jogo na Pepsi Arena, contra o Dallas Mavericks, no sábado, terminou com jogadores adversários reclamando dos efeitos da altitude e da pressão da torcida. Mas também elogiando a equipe de Denver. ?Eles têm um grupo de jovens jogadores que estão muito bem. É um time que está subindo de produção?, disse o armador canadense Steve Nash, de Dallas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.