Derick E. Hingle/USA TODAY Sports
Derick E. Hingle/USA TODAY Sports

NBA altera forma de disputa do All Star Game

Pela primeira vez na história, jogo não terá a tradicional disputa entre as conferências Leste e Oeste

O Estado de S.Paulo

03 Outubro 2017 | 18h21

Adam Silver, comissário da NBA, anunciou, nesta terça-feira, 3, uma mudança drástica na forma de disputa do All Star Game, tradicional jogo festivo entre as conferências Leste e Oeste. De acordo com o dirigente, não haverá mais o embate entre os dois lados.

+ Na estreia de Kyrie Irving, Celtics vence Hornets pela pré-temporada da NBA

+ LeBron se diz chateado com saída de Kyrie: 'Estava pronto para lhe dar as chaves'

Com a alteração, um jogador mais votados de cada conferência será eleito capitão e poderá escolher os outros quatro titulares de acordo com a sua preferência pessoal, independentemente da conferência. Os reservas continuam sendo selecionados pelos treinadores.

O processo de votação, no entanto, está mantido e tem início previsto para 25 de dezem,bro deste ano. O voto popular vale 50%, o dos jogadores, 25% e o da imprensa especializada tem os outros 25%.

As equipes definidas representarão instituições de caridade de Los Angeles, cidade da Califórnia que receberá a partida no dia 18 de fevereiro de 2018.

"Estou muito empolgado com o que foi feito para a melhora do All Star Game. Era uma prioridade para todos nós. Estamos ansiosos para fazer um divertido show em Los Angeles", comemora o armador Chris Paul, presidente da associação dos jogadores da NBA e que, nesta temporada, vestirá a camisa do Housto Rockets.

Na temporada passada, LeBron James, do Cleveland Cavaliers, e Stephen Curry, do Golden State Warriors, foram os dois atletas mais votados.

Mais conteúdo sobre:
NBAbasquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.