Chris Carlson/ AP
Chris Carlson/ AP

NBA testará patrocínio nas camisas das equipes a partir de 2017

Aprovação aconteceu nesta sexta-feira e terá duração de três anos

Estadão Conteúdo

15 de abril de 2016 | 14h06

O Conselho de Proprietários das franquias da NBA aprovou nesta sexta-feira a liberação de patrocínio nas camisas das equipes. A revolução nos clássicos uniformes da liga norte-americana entrará em vigor a partida da temporada 2017/2018, como parte de um plano de experiência que durará três anos.

Coincidência ou não, a alteração nas regras acontecerá justamente no momento da mudança do fornecedor de material esportivo da liga. Depois de anos de parceria com a Adidas, a partir de 2017/2018 será a Nike a responsável pelos uniformes das franquias. A empresa venceu a concorrência e assinou por oito anos com a NBA.

"O patrocínio nas camisas provém um engajamento mais profundo com os parceiros que querem construir uma associação única com nossos times, e o investimento adicional vai ajudar a evoluir o jogo nos próximos anos. Estamos sempre pensando em formas inovadoras para a NBA seguir competitiva no mercado global e estamos empolgados para ver os resultados após estes três anos", disse o comissário da liga, Adam Silver.

Ao contrário do que acontece no futebol, no qual os patrocinadores ocupam boa parte das camisas das equipes, na NBA as marcas terão 6,35 centímetros quadrados para estampar seus logos no lado esquerdo do uniforme. Cada uma das 30 franquias da liga será responsável por negociar os valores de seus patrocínios.

Tudo o que sabemos sobre:
Adam SilverNBANBABasquete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.