AFP
AFP

NBA autoriza jogadores a usarem mensagens de justiça social em suas camisetas

'Vidas Negras Importam', 'Diga Seus Nomes' e 'Não Posso Respirar' estão na lista de mensagens aceitáveis

Redação, Estadao Conteudo

03 de julho de 2020 | 19h04

A NBA e a Associação Nacional de Jogadores de Basquete concordaram que os atletas usem mensagens de justiça social nas costas de suas camisetas quando a temporada for retomada a partir do dia 30, segundo informou, nesta sexta-feira, o canal norte-americano ESPN.

Vários jogadores estão se posicionando em questões de justiça social desde a morte de George Floyd, um homem negro, nas mãos de um policial branco em Minneapolis, nos Estados Unidos. A liga e o sindicato concordaram no mês passado em incluir várias iniciativas para combater o racismo.

O relatório revelou uma lista de 29 mensagens aceitáveis para as camisas. Entre elas estão: "Vidas Negras Importam", "Diga Seus Nomes", "Não Posso Respirar", "O Suficiente", "Poder Para o Povo", "Justiça Agora" e "Quantos Mais".

Os nomes de Floyd e outros que faleceram sob custódia policial ou sob circunstâncias que invoquem racismo não serão usadas.

As equipes da NBA devem viajar na próxima terça-feira para Orlando, na Flórida, onde a liga planeja retomar os jogos a partir do dia 30, interrompidos em março por causa do surto do coronavírus.

Todas os jogadores, treinadores e membros das equipes vão ficar instalados na Walt Disney World, com testes diários para covid-19. Os primeiros confrontos, que marcarão o reinício da temporada, foram divulgados na última sexta-feira. O Utah Jazz enfrenta o New Orleans Pelicans, às 19h30 (de Brasília). Em seguida, Clippers e Lakers entram em confronto, às 22 horas. Ambas as partidas acontecerão no dia 30 de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.