Barry Gossage / NBAE / Getty Images / Getty Images via AFP
Barry Gossage / NBAE / Getty Images / Getty Images via AFP

Chris Paul brilha no 4º período e Suns abrem 2 a 0 no Dallas na semifinal da NBA; Heat bate 76ers

Na véspera de completar 37 anos, astro anota 28 pontos e decide vitória sobre os Mavericks por 129 a 109

Redação, Estadão Conteúdo

05 de maio de 2022 | 09h15

Chris Paul completa 37 anos nesta sexta-feira, mas começou os festejos com antecedência. O experiente armador do Phoenix Suns foi decisivo no segundo jogo da série semifinal da Conferência Oeste da NBA, diante do Dallas Mavericks, ao anotar 14 dos seus 28 pontos no último período, freando reação dos visitantes e garantindo os 129 a 109 na noite de quarta-feira.

A vantagem de 20 pontos pode passar a impressão que o jogo 2 no Arizona foi tranquilo. Mas a história foi bem diferente. O Dallas liderava o placar no intervalo, com 60 a 58, e chegou ao quarto final somente seis pontos em desvantagem e crescendo no embate.

Foi o momento que Chris Paul mostrou porque é considerado um jogador diferenciado. O camisa 3 "pediu" a bola e foi logo acertando três arremessos seguidos, sendo um da linha dos três pontos e uma bandeja. Os Suns voltaram a abrir vantagem cômoda e não foram mais ameaçados em um período com 40 a 26 para o dono da melhor campanha no geral.

"Você só precisa se apoiar no trabalho", disse Paul para detalhar mais uma partida em alto nível. "Tudo volta ao trabalho, você não pode enganar o jogo. Você tem que fazer força e condicionamento, tem que levantar, tem que descansar, tem de aumentar suas doses... Quando você faz isso, vive com os resultados positivos", explicou.

Apesar da noite grandiosa, Paul não foi o maior anotador do time. Coube ao também armador Devin Booker liderar o time no quesito. O atleta acertou cinco bolas em oito tentativas de três e fechou a partida com 30 pontos.

Agora o Phoenix visita o Dallas duas vezes, a começar por esta sexta-feira. Apesar de jogar longe de seu torcedor, a confiança permanece em alta após 11 vitórias consecutivas no duelo contra os Mavericks.

No Dallas do cestinha Luka Doncic — depois de anotar 45 pontos no jogo 1, fez mais 35 nesta quarta-feira —, o técnico Jason Kidd cobra que os demais companheiros ajudem o esloveno para que a equipe consiga desencantar diante do oponente.

"Ele fez um grande jogo, mas ninguém mais apareceu", lamentou Jason Kidd. "Temos que fazer com que outros caras chutem melhor a bola. Não podemos vencer só com ele (Doncic) lá fora marcando 30 por noite. Não nesta época do ano (playoffs) e jogando com o melhor time da liga."

Na AmericanAirlines Arena, em Miami, o Heat não deu chances ao Philadelphia 76ers e também abriu 2 a 0 na série decisiva, ganhando o segundo jogo por 119 a 103 e saindo vencedor em todos os quartos.

O pivô Bam Adebayo anotou 23 pontos e pegou outros nove rebotes, enquanto o ala Jimmy Butler fechou a noite com um duplo-duplo. Foram 22 pontos e outras 12 assistências. O armador Tyrese Maxey, dos 76ers, foi o cestinha, com 34. James Harden anotou somente 20.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.