Harry How/AFP
Harry How/AFP

NBA define diretrizes para reabertura de instalações

Alterações permitem que os times disponibilizem suas instalações para jogadores realizarem trabalhos de musculação ou tratamento de lesões

Steve Keating, Reuters

28 de abril de 2020 | 08h01

A Associação Nacional de Basquete dos Estados Unidos (NBA, na sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira mudanças nas orientações para treinamentos, o que pode permitir que as equipes reabram instalações a partir de 8 de maio em regiões que estão flexibilizando isolamentos impostos devido ao coronavírus.

A abertura das instalações seria o primeiro passo rumo à retomada da liga, interrompida desde 11 de março, quando um atleta do Utah Jazz testou positivo para o coronavírus. “O propósito dessas mudanças é permitir ambientes seguros e controlados para que os jogadores treinem nos Estados que os permitem fazê-lo, além de criar um processo para identificação de opções para os jogadores localizados em outros Estados”, disse a NBA em comunicado.

As alterações permitem que os times disponibilizem suas instalações para jogadores, de forma voluntária, realizarem trabalhos de musculação ou tratamento de lesões. Para equipes com base em Estados ou cidades nas quais as restrições governamentais continuam em vigor, a NBA trabalhará com as franquias para encontrar arranjos alternativos.

Como parte das orientações, não será permitida a presença de mais de quatro atletas por vez na instalação, enquanto técnicos não poderão participar das atividades. Atividades em grupo continuam proibidas, incluindo treinamentos coletivos. Os jogadores também estão proibidos de utilizar instalações que não pertençam aos times, como academias externas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.