Stacy Revere/ AFP
Stacy Revere/ AFP

NBA: Milwaukee Bucks sofrem em casa, mas vencem Chicago Bulls nos playoffs

Com um 'double-double', grego Giannis Antetokounmpo lidera vitória dos atuais campeões por 93 a 86

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2022 | 23h15

O Milwaukee Bucks sofreu mais do que esperava, mas estreou com vitória nos playoffs da NBA. Na noite deste domingo, em duelo em que as duas defesas brilharam em quadra, os atuais campeões superaram o Chicago Bulls por 93 a 86, em casa, sob a liderança de Giannis Antetokounmpo.

O grego obteve um "double-double" de 27 pontos e 16 rebotes. Brook Lopez contribuiu com 18 pontos e cinco rebotes, enquanto Jrue Holiday registrou 15 pontos, seis rebotes e seis assistências. Já o reserva Bobby Portis também anotou dois dígitos em dois fundamentos diferentes: 10 pontos e 12 rebotes. A decepção da noite coube a Khris Middleton, que não passou dos 11 pontos - costuma ser o segundo maior pontuador da equipe.

Já Nikola Vucevic e Zach LaVine foram os principais jogadores da equipe visitante. Ambos saíram de quadra com um "double-double". O primeiro registrou 24 pontos e 17 rebotes, enquanto LaVine anotou 18 pontos e 10 rebotes. DeMar DeRozan, por sua vez, ajudou com 18 pontos e seis assistências.

Empurrados pela torcida, os Bucks abriram 13 pontos de vantagem no primeiro quarto, mas permitiram a reação dos Bulls nos dois períodos seguintes. Somente no último quarto os Bucks voltaram a abrir distância no marcador, para selar a primeira vitória na série melhor de sete jogos contra o rival de Chicago.

O confronto equivale à fase de quartas de final. O vencedor desta série enfrentará na semifinal o vitorioso do duelo entre Boston Celtics e Brooklyn Nets. O segundo jogo entre Bucks e Bulls está marcado para a noite de quarta-feira, novamente na cidade de Milwaukee.

Mais cedo, os Celtics fizeram valer o fator casa para superar o Brooklyn Nets pelo apertado placar de 115 a 114, no primeiro duelo da série, também pela Conferência Leste. Com uma atuação mais coletiva, os anfitriões foram liderados por Jayson Tatum, responsável por 31 pontos e oito assistências - foi dele também a cesta decisiva no estouro do cronômetro. Al Horford contribuiu com um "double-double", de 20 pontos e 15 rebotes. Jaylen Brown e Marcus Smart também se destacaram, com 23 e 20 pontos, respectivamente.

O equilibrado duelo foi decidido no terceiro quarto, quando os Celtics se impuseram e abriram 11 pontos de vantagem na parcial. Os Nets reagiram na parte final do jogo, mas não evitaram o revés. Kyrie Irving foi o cestinha do jogo, com 39 pontos. Kevin Durant, mais discreto, anotou 23 pontos e quatro rebotes. As duas equipes voltam a se enfrentar na quarta-feira, novamente na casa dos Celtics.  

Em Miami, o Heat não teve maiores problemas para confirmar o favoritismo sobre o Atlanta Hawks na abertura da série. O melhor time da Conferência Leste na temporada regular venceu por 115 a 91, sob o comando do surpreendente Duncan Robinson, que deixou o banco de reservas para se tornar o cestinha da partida, com 27 pontos.

Jimmy Butler também se destacou, com seus 21 pontos, seis rebotes e quatro assistências. E P.J. Tucker contribuiu com 16 pontos. Pelos Hawks, Danilo Gallinari foi o maior pontuador, com 17 pontos. As duas equipes voltam a se encontrar na terça-feira, novamente na cidade de Miami.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.