NBA: morte de jogador ainda é mistério

A morte do jogador de basquete Jason Collier na manhã de sábado, nos Estados Unidos, ainda está cercada de mistério. A primeira hipótese, de ataque cardíado, não foi confirmada pelos médicos, que esperam sair o resultado da autópsia nesta segunda-feira.Jogador sem grande destaque, Jason Collier tinha 28 anos e defendia o Atlanta Hawks, da NBA. Chegou, inclusive, a jogar contra o Charlotte Bobcats na última quarta-feira pela pré-temporada e se preparava para disputar seu 6º campeonato na liga norte-americana de basquete a partir do dia 1º de novembro.?Não seria apropriado especular sobre a causa da morte do senhor Collier antes de termos todos os resultados dos exames?, revelou a investigadora encarregada do caso, Lauren W. McDonald.O pai de Jason, Jeff Collier, relatou que seu filho estava em casa quando começou a ter problemas para respirar na madrugada de sábado. E ele teria morrido na ambulância, a caminho do hospital.Jeff Collier também disse que seu filho não tinha problemas cardíacos. Já o gerente do Atlanta Hawks, Billy Knight, garantiu que nada foi diagnosticado em Jason nos exames médicos que todo o elenco da equipe fez antes de começar os treinos para a temporada da NBA.

Agencia Estado,

16 de outubro de 2005 | 15h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.