NBA terá histórico duelo brasileiro

Pela primeira vez na história da NBA, dois jogadores brasileiros vão se enfrentar. O Denver Nuggets, do ala-pivô Nenê Hilário, joga nesta quinta-feira contra o Phoenix Suns, do armador Leandrinho, em jogo válido pela Rocky Mountain Revue, torneio de verão da liga, em West Valley, no estado de Utah.Leandrinho estreou oficialmente na NBA no domingo passado, quando o time de Phoenix perdeu do Chicago Bulls por 71 a 68. O brasileiro jogou 29 minutos e marcou 12 pontos, acertando quatro dos 11 arremessos que tentou. Na terça-feira, em sua segunda partida, teve participação mais discreta e fez apenas dois pontos nos 18 minutos em que atuou, na derrota para o New York Knicks (81 a 73).O armador brasileiro, que foi o 27º escolhido no último draft (espécie de vestibular da NBA), ganhou elogios e conselhos do técnico do time, Mike D?Antony, que acha que ele arremessou muitas bolas na estréia, quando deveria ter tentado dar mais assistências. "Ele vai ser um grande jogador. É possível ver o talento dele. Mas precisa aprender a ser um armador", disse o treinador, que alertou para o fato de Leandrinho ter tido muito pouco tempo de treinamentos e de ainda não saber falar inglês (o jogador está tendo aulas diariamente). "Por enquanto, é um peixe fora d?água."Nenê já está completamente adaptado à liga. Foi um dos destaques da péssima campanha do Denver Nuggets na temporada passada - o time fez a pior campanha entre os 29 times, ao lado do Cleveland Cavaliers. Na primeira temporada, Nenê foi escolhido para o All-Star Game dos novatos e terminou a temporada sendo incluído no time de melhores estreantes do ano.Depois de passar alguns meses no Brasil, em férias e participando de eventos da NBA, Nenê voltou a jogar na liga de Utah. No domingo, os Nuggets derrotaram o New York Knicks por 96 a 70 e Nenê marcou 18 pontos, com 26 minutos em quadra. Na terça-feira, na derrota para os Chicago Bulls por 74 a 70, fez 14 pontos em 26 minutos.A expectativa é que o time de Nenê deva dar um grande salto de qualidade em relação à péssima campanha do ano passado, lutando por uma vaga nos playoffs. O time perdeu o cestinha da temporada no ano passado - o ala-pivô Juwan Howard, que foi para o Orlando Magic -, mas terá o novato Carmelo Anthony, terceiro escolhido no draft e melhor jogador da fase decisiva do campeonato universitário do ano passado, pelo time de Syracuse.Além dele, que já está jogando nas ligas de verão, o time está fechando a contratação de dois jogadores. Andre Miller, dos Los Angeles Clippers, iria acertar o setor mais problemático do time: a armação. Andre terminou a temporada passada como o nono melhor jogador no ranking de assistências, com média de 6,7 por partida.Outro que pode jogar com Nenê é o pivô Brad Miller, do Indiana Pacers, escolhido para o All-Star Game do ano passado e que estuda propostas do Denver e do Utah - deve acertar até o fim da semana.Em outra transação, o Washington Wizards acertou a contratação do armador Gilbert Arenas, que era do Golden State Warriors e também era pretendido pelo Denver. Arenas, o jogador que mais evoluiu na última temporada, ganhará US$ 65 milhões por seis temporadas.

Agencia Estado,

23 de julho de 2003 | 19h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.