NBB cresce e terá 16 equipes na temporada 2011/12

Embalada pelo bom momento do esporte no Brasil, a Liga Nacional de Basquete anunciou nesta quinta-feira a ampliação do Novo Basquete Brasil (NBB) para a edição 2011/2012. A competição contará com 16 equipes, número recorde na curta história do NBB, que se prepara para sua quarta edição. As três temporadas anteriores contaram com apenas 15 times.

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2011 | 16h27

"Esse é o momento do basquete, mas ainda temos um longo caminho pela frente. Temos que continuar trabalhando para melhorar a qualidade do espetáculo e atrair mais o público, que voltou a ver que o basquete é lindo, plástico e emocionante", afirmou o presidente da LNB, Kouros Monadjemi, empolgado pelo retorno da seleção masculina à Olimpíada.

"O número de 16 clubes no NBB mostra que estamos no caminho certo, que os clubes estão se fortalecendo e que a competição está crescendo em visibilidade e credibilidade", declarou. As equipes de Araraquara, Tijuca, Vila Velha/Cetaf e Vitória Basquete/CECRE se juntaram a outras doze já confirmadas pela LNB.

Os times anunciados anteriormente pela organização do torneio são: Itabom/Bauru, Uniceub/BRB/Brasília, Flamengo, Vivo/Franca, Liga Sorocabana, Winner/Limeira, Cia. Do Terno/Romaço/Joinville, Interforce/Minas, Paulistano/Unimed, Pinheiros/SKY, São José/Unimed/Vinac e Unitri/Universo.

Uma das atrações desta edição será Leandrinho, que defenderá a camisa do Flamengo por empréstimo. Atleta do Toronto Raptors, o brasileiro jogará no País por conta da paralisação que impediu o início da temporada da NBA, nos Estados Unidos. O NBB também poderá contar com Tiago Splitter, do San Antonio Spurs. Ele teria recebido propostas de Flamengo, Brasília e Pinheiros, mas ainda não definiu se voltará ao Brasil.

A edição 2011/2012 do NBB terá início no dia 19 de novembro. O Jogo das Estrelas será disputado nos dias 9 e 10 de março, e os playoffs, a partir de 10 de abril. A final do torneio está agendada para 2 de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBBcrescimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.