NBB tem uma desistência e 2.ª edição deve ter 14 times

Apesar de ter apresentado sua inscrição, o Nova Iguaçu optou nesta terça-feira por não participar da próxima temporada do Novo Basquete Brasil (NBB), que terá início em novembro e duração de oito meses. "Vamos esperar até o ano que vem para estruturar um projeto mais sólido", justificou o vice-presidente do clube carioca, Keler Borges Cardoso.

AE, Agencia Estado

18 de agosto de 2009 | 18h40

A ideia do Nova Iguaçu era aliar sua equipe com algum clube de futebol. Vasco e Botafogo cogitaram associar seus nomes, como o Palmeiras fez com a equipe de Araraquara, mas o acordo não deu certo. "Tivemos uma série de possibilidades que não se concretizaram e decidimos aguardar mais um pouco", completou Cardoso.

Com a desistência do Nova Iguaçu, a segunda edição do NBB deve contar com 14 equipes, uma a menos que a primeira. Limeira e Bira foram as baixas em relação à última temporada, enquanto o Londrina decidiu disputar a competição pela primeira vez.

Agora, a Liga Nacional de Basquete (LNB) analisará as 14 inscrições de times para divulgar, na próxima segunda-feira, a lista definitiva das equipes que disputarão a segunda temporada do NBB.

Nova Iguaçu, Limeira e Bira poderão voltar a disputar o campeonato na temporada 2010/11, já que são sócios-fundadores da LNB, e, de acordo com o estatuto da entidade, podem ficar inativos por até dois anos sem perda de direitos.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBBNova Iguaçu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.